sexta-feira, 18 de dezembro de 2015

FELIZ NATAL 2015 e VENTUROSO ANO NOVO 2016 A TODOS VOCÊS MEUS SEGUIDORES E VISITANTES O MEU MUITO OBRIGADO !!!!


_________________°PAz° ________________°União° _______________°Alegrias° ______________°Esperanças° _____________°Amor°Sucesso° ____________°Realizações°Luz° ___________°Respeito°harmonia° __________°Saúde°solidariedade° _________°Felicidade°-°Humildade° ________°Confraternização-°Pureza° _______°Amizade°Sabedoria°Perdão° ______°Igualdade°Liberdade°Boa sorte° _____°Sinceridade-°Estima-°Fraternidade° ____°Equilíbrio-°Dignidade-°-Benevolência É o meu desejo para você membro do Grupo Educacional bem como para toda a sua família. Que o Senhor nosso bom DEUS de misericórdia vos abençoe hoje e sempre!! Muito obrigado por você estar participando também do Grupo de Educação Feliz Natal/15 Feliz Ano Novo /16!! Prof.William Saghi Chahud

sábado, 5 de dezembro de 2015

8 Dezembro Comemora-se o dia de Imaculada Conceição


8 Dezembro Comemora-se o dia de Imaculada Conceição

segunda-feira, 30 de novembro de 2015

11 DE NOVEMBRO DE 2015 FEZ 5 ANOS DO PASSAMENTO DO LENDÁRIO CHEFE YOSHIMASA KAMIJI.


11 DE NOVEMBRO DE 2015 FEZ 5 ANOS DO PASSAMENTO DO LENDÁRIO CHEFE YOSHIMASA KAMIJI. CHEFE YOSHIMASA KAMIJI Chefe Yoshimasa Kamiji .,Faleceu em 11 de Novembro de 2010 no bairro de Pirituba SP. Foi sepultado no dia 12.de novembro de 2010 do Cemitério de Perus São Paulo SP. No dia 19 de Novembro houve a missa de 7 setemo dia na Paróquia São Luiz Gonzaga à Pça: Pedro Fulco Morvidi s/n Pirituba SP Estiveram presentes os Famíliares Senhora Dona Yaeko Kamiji Filhos e Nétos e demais parentes e Amigos e Antigos Chefes Escoteiros do Ar/Basicos. Chefe Kamiji Nasceu no interior de São Paulo veio para cidade de São paulo já um homem adulto e aqui se casou e teve 4 filhos e muitos netos. Foi durante 50 anos Escoteiro e Chefe Escoteiro do Ar da associação de escoteiros do Ar BARTOLOMEU DE GUSMÃO ,lá no Carandiru São Paulo SP . Nascido em 15 de Outubro de 1933 -estava com 77 anos completos Ficou a nossa saudade e o nosso eterno carínho e nossa eterna gratidão pelos insignes e elevados feitos em prol do movimento Escoteiro e da modalidade do Ar. Descance em Paz junto de nosso DEUS PAI ,e que deus abençoe vossa alma eternamente. Ao Querído amigo chefe Kamiji ,deixo aqui registrado o meu carínho eterno e minha saudade para todos os tempos. Deixo também uma frase que cabe no momento. “ AO MÉSTRE COM CARÍNHO,a nossa eterna gratidão e o nosso eterno Apreço!! Chefe Kamiji éra um homem de muito bom caráter uma pessoa muito responsavel e extremamente integra. com certeza a humanidade como um todo perdeu um grande homem,pai e amigo,uma pessoa que só fez o que havia de melhor ,sempre pensando nos outros sempre ajudando a todos ,foi um ótimo Marido e ótimo Pai e um ótimo e querído avo é claro foi um nobre e um cavalheiro irmão dos demais escoteiros e chefes de todos os tempos. Sim mesmo eu que a muitos anos deixei o movimento escoteiro do Ar vou sentir a falta do meu Estimado e Querído Amigo e Irmão, chefe Yoshimasa Kamiji., conhecido no movimento do período da antiga FEDERÇÃO BRASILEIRA DE ESCOTEIROS DO AR "FBEAR" dos anos 50 e 60 como chefe Shenna. Sim eu e todos que o conheceram um dia ,é claro alem da família vamos todos sim sentir a falta do nosso Querído Amigo e Chefe "Chefe Kamiji Fez História e certamente ficou guardado no meu cantinho de saudades!! com carínho e ternura William S.Chahud

sexta-feira, 23 de outubro de 2015

23 DE OUTUBRO - COMEMORA-SE O DIA DO AVIADOR BRASILEIRO !!!!


Hino Dos Aviadores Hinos e Marchas Militares exibições 30.553 I Vamos filhos altivos dos ares Nosso vôo ousado alçar, Sobre campos, cidades e mares, Vamos nuvens e céus enfrentar. II D'astro-rei desafiamos nos cimos, Bandeirantes audazes do azul. Às estrelas, de noite subimos, Para orar ao Cruzeiro do Sul. Estribilho 2X Contacto! Companheiros! Ao vento, sobranceiros, Lancemos o roncar Da hélice a girar. III Mas se explode o corisco no espaço Ou a metralha na guerra, rugir Cavaleiros do século do aço, Não nos faz o perigo fugir. IV Não importa a tocaia da morte Pois que a pátria, dos céus no altar Sempre erguemos de ânimo forte, O holocausto da vida, a voar. Estribilho 2X Contacto! Companheiros! Ao vento, sobranceiros, Lancemos o roncar Da hélice a girar. --------------------------------------------------------------------------- 23 DE OUTUBRO - COMEMORA-SE DIA DO AVIADOR BRASILEIRO Por maior que seja os obstáculos da vida ,jamais podemos esmorecer ,por maior que seja o desafio ,temos sim que acreditar hoje e sempre . O nosso querido Brasil é a nossa Pátria ,o nosso País a nossa Terra amada.!! As pessoas passam e os partidos políticos também ,por isso mesmo se desejamos ser grandes temos de ser Fortes !! Prof. William

terça-feira, 15 de setembro de 2015

20 DE SETEMBRO DE 1835 -180 ANOS DA REVOLUÇÃO FARROPILHA -


HISTÓRIA DO BRASIL É MUITO IMPORTANTE CONHECER A NOSSA HISTÓRIA!! 20 DE SETEMBRO DE 1835 -180 ANOS DA REVOLUÇÃO FARROPILHA - Revolução Farroupilha, também é chamada de Guerra dos Farrapos ou Decênio Heróico ( 1835 - 1845), eclodiu no Rio Grande do Sul e configurou-se, na mais longa revolta brasileira. Durou 10 anos e foi liderada pela classe dominante gaúcha, formada por fazendeiros de gado, que usou as camadas pobres da população como massa de apoio no processo de luta. O Rio Grande do Sul foi palco das disputas entre portugueses e espanhóis desde o século XVII. Na idéia dos líderes locais, o fim dos conflitos deveria inspirar o governo central a incentivar o crescimento econômico do sul, como pagamento às gerações de famílias que se voltaram para a defesa do país desde há muito tempo. Mas não foi isso que ocorreu. A partir de 1821 o governo central passou a impor a cobrança de taxas pesadas sobre os produtos rio-grandenses, como charque, erva-mate, couros, sebo, graxa, etc. No início da década de 30, o governo aliou a cobrança de uma taxa extorsiva sobre o charque gaúcho a incentivos para a importação do importado do Prata. Ao mesmo tempo aumentou a taxa de importação do sal, insumo básico para a fabricação do produto. Além do mais, se as tropas que lutavam nas guerras eram gaúchas, seus comandantes vinham do centro do país. Tudo isso causou grande revolta na elite rio-grandense. Em 20 de setembro de 1835, os rebeldes tomam Porto Alegre, obrigando o presidente da província, Fernandes Braga, a fugir para Rio Grande. Bento Gonçalves, que planejou o ataque, empossou no cargo o vice, Marciano Ribeiro HISTÓRIA DA REVOLUÇÃO FARROUPILHA

quarta-feira, 2 de setembro de 2015

193 ANOS DA INDEPENDÊNCIA DO BRASIL - 07 DE SETEMBRO DE 2015 -


BANDEIRA DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL - DESDE 19 DE NOVEMBRO DE 1889 ATÉ OS DIAS DE HOJE !!
193 ANOS DE INDEPENDÊNCIA DO BRASIL INDEPENDÊNCIA DO BRASIL As margens do riacho do Ipiranga em São Paulo em 07 de Setembro de 1822 às 17 horas o Príncipe Regente do Brasil D. Pedro de Alcântara de Bragança .,Gritou “INDEPENDÊNCIA OU MORTE” ., assim os laços do Brasil colônia foi cortado de Portugal e a partir do Grito do Ipiranga . A nação denominada BRASIL IMPÉRIO teve o seu inicio em 07 de setembro de 1822 à 1889 . e o então Príncipe regente ,passou a ser: Imperador Dom Pedro I do Brasil . Até os dias de hoje a Independência do Brasil é comemorada festivamente por todo o povo do Brasil e é o marco das conquistas e realizações Nacionais. Bandeira do Brasil Império de 1822 à 1889 Filme: Independência ou Morte - 1972 Veja o sonho de Tiradentes e de tantos outros brasileiros, que derramaram sangue pela Independência do Brasil, realizado pelas mãos de Dom Pedro I. Veja emoção, coragem, aventura, drama e amor na maior história brasileira jamais filmada. Uma obra-prima às margens plácidas do Ipiranga e no país do salve, salve. Onde, as vezes, as coisas só se conseguem no grito. Descubra a imperiosa participação de Tarcisio Meira, como Dom Pedro I, e de Glória Menezes como a Marquesa de Santos. Numa produção também heróica de Oswaldo Massaini, com uma direção firme e competente de Carlos Coimbra. Independência ou Morte. Uma história que virou filme, ou um filme que fez história. Hino da Independência do Brasil - Com Legenda

segunda-feira, 31 de agosto de 2015

B 17 DA FORÇA AÉREA BRASILEIRA A COMPLETAR A TRAVESSIA DO ATLÂNTICO SUL


Em 1º de setembro de 1953, o B-17 foi o primeiro avião militar brasileiro a completar a travessia do Atlântico Sul decolando da Base Aérea da capital pernambucana com uma única escala técnica em Natal (RN). De Dacar, na costa africana, a aeronave retornou ao Brasil percorrendo a mesma rota. Embora ainda se tratasse apenas de um voo experimental de treinamento, a missão serviu como uma prévia para tudo o que viria pela frente anos depois.

quarta-feira, 26 de agosto de 2015

AS CAUSAS DO BRASIL ENTRAR NA 2 GUERRA MUNDIAL


AS CAUSAS DO BRASIL ENTRAR NA 2 GUERRA MUNDIAL A única decisão diante da grave situação por parte do Governo de Getúlio Vargas foi inevitável. “É declarado estado de guerra em todo o território nacional”. Estes foram os termos do decreto assinado por Getúlio, no dia 31 de agosto de 1942. Os navios brasileiros torpedeados viajavam com objetivos comerciais, pacíficos e desarmados, quando atacados e afundados. Somente três anos após o início da Segunda Guerra Mundial, o Brasil entrou no conflito internacional deflagrado em setembro de 1939. Com o rompimento de relações diplomáticas com as nações do Eixo (Alemanha, Itália e Japão), o Brasil encampou as companhias aéreas Lati (italiana) e Condor (alemã), além de 16 navios atracados em portos brasileiros, dentre eles os famosos Windhuk de bandeira alemã e Conte Grande, italiano. A entrada do Brasil na guerra fez o Governo criar a Força Expediconária Brasileira, a FEB, em 15 de março de 1943. O primeiro escalão da FEB embarcou em 02 de julho de 1944. O último e quinto escalão partiu em 08 de fevereiro de 1944. O total de homens mobilizados foi de 25 mil. O nosso batismo de fogo na Itália foi no dia 16 de setembro de 1944, quando o primeiro e o segundo Batalhão do sexto Regimento de Infantaria tomaram Massaroca. A partir daí, várias foram as vitórias brasileiras, o que tornou gloriosa a campanha da FEB e dos nossos pracinhas, esquecidos no passar dos anos. Navios torpedeados pelos submarinos corsários alemães das armadoras Lloyd Brasileiro, Lloyd Nacional, Companhia Nacional de Navegação Costeira. C. C Riograndense, Ca. Cab. Pernanb, P Brando LNSA: Buarque, Olinda, Arabutã, Cairu, Cabedelo, Parnaíba, Cte. Lira, Gonçalves Dias, Alegrete, Pedrinhas, Tamandaré, Barbacena, Piave, Baependi, Aníbal Benévolo, Ararquara, Itagiba e Arara. Vidas perdidas no mar: 740.

terça-feira, 18 de agosto de 2015

25 DE AGOSTO - COMEMORA-SE O DIA DO SOLDADO BRASILEIRO


Luiz Alves de Lima e Silva, o Duque de Caxias, nasceu em 25 agosto de 1803, na fazenda de São Paulo, no Taquaru, Vila de Porto da Estrela, na Capitania do Rio de Janeiro quando o Brasil era Vice Reino de Portugal. Hoje, é o local do Parque Histórico Duque de Caxias, no município de Duque de Caxias, no estado do Rio de Janeiro. Filho do Marechal-de-Campo Francisco de Lima e Silva e de D. Mariana Cândida de Oliveira Belo. Ao seu pai, Protetor da Imperatriz Leopoldina, coube a honra de apresentar em seus braços à Corte, no dia 2 de dezembro de 1825, no Paço de São Cristóvão, o recém-nascido que, mais tarde, viria a ser o Imperador D. Pedro II. Em 22 de maio de 1808, época em que a Família Real Portuguesa transfere-se para o Brasil, Luiz Alves é titulado Cadete de 1ª Classe, aos 5 anos de idade. Pouco se sabe da infância de Caxias. Pelos almanaques do Rio de Janeiro da época e publicados pela Revista do Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro, os quais davam o nome das ruas em que moravam as autoridades governamentais, sabe-se que seu pai, desde capitão, em 1811, residia na rua das Violas, atual rua Teófilo Otoni. Esta rua das Violas, onde existiam fabricantes de violas e violões e onde se reuniam trovadores e compositores, foi o cenário principal da infância de Caxias. Sabe-se que estudou no convento São Joaquim, onde hoje se localiza o Colégio D.Pedro II, e próximo do Quartel do Campo de Santana que ele viu ser construído e que hoje é o Palácio Duque de Caxias, onde está instalado o Comando Militar do Leste. Em 1818, aos quinze anos de idade, matriculou-se na Academia Real Militar, de onde egressou, promovido a Tenente, em 1821, para servir no 1º Batalhão de Fuzileiros, unidade de elite do Exército do Rei.

domingo, 16 de agosto de 2015

O BRASIL RECONHECEU O ESTADO DE BELIGERÂNCIA COM A ALEMANHA E ITÁLIA EM 22 DE AGOSTO DE 1942


Domingo 23 de Agosto de 1942 RIO, 22 (Da nossa sucursal - pelo telefone) - A reunião ministerial foi realizada no Palácio Guanabara das 15 h 30 às 16 h 45. Após a reunião, a secretaria da presidência da República distribuiu por intermédio do DIP a seguinte nota: "O sr. presidente da República reuniu hoje o ministério, tendo comparecido todos os ministros. Diante da comprovação de atos de guerra contra a nossa soberania foi reconhecida a situação de beligerância entre o Brasil e as nações agressoras - Alemanha e Itália. Em consequência, expediram-se, por via diplomática, as devidas comunicações àqueles dois países. Examinaram-se em seguida diversas providências atinentes à situação, ficando os ministros incumbidos de preparar os atos necessários. Resolveu ainda o sr. presidente da República que o Ministério, daquí por diante, se reuna semanalmente para acertar outras medidas exigidas pelas circunstâncias. A decisão do governo brasileiro foi comunicada aos países agressores e a todas as repúblicas americanas "Não há como negar que Alemanha e Itália praticaram contra o Brasil atos de guerra, criando a situação de beligerância" diz a nota oficial FONTE: Folha da Manhã Domingo 23 de Agosto de 1942 Aula 56 - História - Ensino médio A Segunda Guerra foi provocada pelas ambições imperialistas da Alemanha, da Itália e do Japão. Você saberá o que foi o nazi-fascismo alemão, o fascismo italiano e como era o governo militarista japonês. Programa de educação mantido pela Fundação Roberto Marinho e pelo sistema FIESP, SESI/SP, SENAI/SP e IRS.

sábado, 15 de agosto de 2015

"" CURUMI MIRIM ""


F.B.E.Ar - Federação Brasileira dos Escoteiros do Ar Vemos abaixo o seguinte: Informativo Oficial dos Escoteiros do Ar " CURUMI MIRIM " Período 1955 Podemos observar uma relação de Endereços das Associação de Escoteiros do Ar ,espalhadas por diversas regiões bairros da cidade de São Paulo SP, podemos notar que as Reuniões de Sede das Associações nem sempre acontecia aos finais de semana mais também durante a semana a noite . Os tempos eram outros a cidade de São Paulo SP tinha muito menos gente habitantes da cidade Foram Anos Dourados da Cidade acreditamos que por esta razão era possível manter reuniões de sede no período da Noite. Na Outra pagina podemos observar um comentário sobre civismo coisa rara nos tempos atuais !!

sábado, 8 de agosto de 2015

TEMA DO FILME E HISTÓRIA REAL A PONTE DO RIO KWAI


Filme de 1957. Durante a Segunda Guerra Mundial, prisioneiros britânicos recebem o encargo dos japoneses de construir em plena selva uma ponte de transporte ferroviário sobre o rio Kwai, na Tailândia. O coronel Nicholson, que está à frente dos prisioneiros, é o oficial britânico que procura uma forma de elevar o moral de seus homens. Vê a ponte como uma forma de conseguí-lo, tendo-os ocupados na construção e fazendo-os sentirem-se orgulhosos da obra. Por sua vez, o major americano Shears, prisioneiro no mesmo campo, só pensa em fugir. Ao final, ele o consegue e, contra a sua vontade, volta algumas semanas depois, guiando um comando inglês, cuja missão é destruir a ponte no instante em que passasse o primeiro trem, para anular a rota de transporte de armas dos japoneses, que pretendiam utilizá-la para invadir a Índia. Formatura EAS 2011 - I COMAR - FAB (Desfile da Tropa) Enviado em 26 de mar de 2011 Data: 24.03.2011 Os novos aspirantes da Força Aérea Brasileira oriundos do EAS 2011 - I COMAR (Medicina, Farmácia e Odontologia) incorporados à tropa para o desfile geral. Melhores músicas de filmes - Ponte Sobre o Rio Kwai A ponte do rio Kwai "A PONTE DO RIO KWAI" BANDA DO 23º BI - BLUMENAU Publicado em 3 de mar de 2012 Banda do 23º Batalhão de Infantaria de Blumenau - sc, se apresentando na exposição de carros militares antigos,no SESC de Blumenau. A PONTE DO RIO KWAI 62° BI . Publicado em 29 de fev de 2012 BANDA DO 62º BI JOINVILLE SC ENSAIO SETEMBRO 2011 REG ST GIVALDO. a ponte do rio kwai Bridge on the River Kwai - March Enviado em 19 de nov de 2009 Mitch Miller - The River Kwai March ~ Colonel Bogey March Enviado em 7 de mai de 2009 RIP Mitch Miller! He died 99 years old! Mitchell William Miller (July 4, 1911 -- July 31, 2010)was an American musician, singer, conductor, record producer, A&R man and record A PONTE DO RIO KWAI

quarta-feira, 5 de agosto de 2015

08 de Agosto de 2015 - Comemora-se os 300 Anos de Nascimento do nosso Patrício BARTOLOMEU LOURENÇO DE GUSMÃO


08 de Agosto de 2015 - Comemora-se os 300 Anos de Nascimento do nosso Patrício BARTOLOMEU LOURENÇO DE GUSMÃO Bartolomeu Lourenço de Gusmão (1685-1724) foi um sacerdote e inventor brasileiro. Entre suas experiências estava o primeiro balão construído no mundo. Na sala dos diplomatas, no Palácio Real, sua invenção foi apresentada ao Rei de Portugal, D. João V, a fidalgos e funcionários da corte, dizendo ser capaz de guiá-lo e transportar pessoas, munições e víveres. Ficou conhecido como "O padre voador" Bartolomeu de Gusmão (1685-1724) nasceu em Santos, São Paulo. Era filho do cirurgião-mor Francisco Lourenço Rodrigues e Maria Álvares. O casal teve doze filhos e oito entraram para vida religiosa. Era irmão do famoso estadista e diplomata Alexandre de Gusmão. Estudou no Seminário Jesuíta de Belém da Cachoeira, na Bahia, cujo diretor era o protetor de Bartolomeu e de Alexandre e de quem adotaram o sobrenome Gusmão. Ordenou-se padre e em 1701 vai para Lisboa onde estudou Direito Canônico na Universidade de Coimbra e ordena-se Sacerdote. Inicia a construção de seu balão. Em abril de 1709 pede licença a D João V, para fazer experiências com o balão, no Palácio Real. Na sala dos diplomatas, D. João V, fidalgos e funcionários aguardam a apresentação da experiência antes anunciada, "Um instrumento para andar no ar". De um canto da sala, um pequeno balão de papel, em forma de pirâmide e com armação de arame, tendo fogo no seu interior, sobe quatro metros. Era o primeiro aeróstato construído no mundo. Ficou conhecido como o "Padre Voador". Bartolomeu de Gusmão foi perseguido pela Inquisição por ser amigo de judeus. Fugiu para a Holanda, onde fez experiências com lentes. Seguiu para a França, onde vendia nas ruas, remédios fabricados por ele. Com espírito inquieto, estava sempre inventando alguma coisa. Formado em Direito, teve atuação nos tribunais, foi membro da Academia Real de História, cumpriu missões diplomáticas com o apoio do rei D. João V. Em 1711, Bartolomeu de Gusmão viajou para Roma, numa visita diplomática; no seu retorno foi nomeado, Secretário dos Estrangeiros. Bartolomeu de Gusmão sofreu zombaria dos fidalgos e inquisidores, que viam nas suas invenções obra de feitiçaria. Fugiu novamente, no caminho de Toledo, seguindo para a Espanha, foi acometido por uma febre e morre no dia 18 de novembro de 1724

quarta-feira, 15 de julho de 2015

hidroavião JAHÚ


JOÃO RIBEIRO DE BARROS Comandante do hidroavião JAHÚ, com o qual cruzou o Oceano Atlântico em Julho 1927, através do memorável reide internacional "Gênova – Santo Amaro", tendo como tripulantes o navegador Tenente Newton Braga, o co-piloto João Negrão e o mecânico Vasco Cinquini, O HIDROAVIÃO JAHÚ, ATERRISSANDO EM SANTOS EM 1927.

20 DE JULHO DE 2015 - 142 ANOS DE NASCIMENTO DO MINEIRO E BRASILEIRO " ALBERTO SANTOS DUMONT "


20 DE JULHO DE 2015 - 142 ANOS DE NASCIMENTO DO MINEIRO E BRASILEIRO " ALBERTO SANTOS DUMONT " Foi Promovido e Elevado a Marechal do Ar em 19 de Outubro de 1971 PATRONO DA FORÇA AÉREA BRASILEIRA Alberto Santos Dumont foi o sexto filho de Henrique Dumont, engenheiro formado pela Escola Central de Artes e Manufaturas de Paris, e Francisca de Paula Santos. O casal teve ao todo oito descendentes, três homens e cinco mulheres: Henrique dos Santos Dumont, Maria Rosalina Dumont Vilares, Virgínia Dumont Vilares, Luís dos Santos Dumont, Gabriela, Alberto Santos Dumont, Sofia e Francisca. Em 1873 a família se mudou para a Fazenda de Cabangu, na atual Santos Dumont, Minas Gerais (antigamente a cidade chamava-se Palmira, Distrito de João Aires , mas recebeu o nome de Santos Dumont em homenagem ao seu filho ilustre), que foi adquirida junto à estação ferroviária de mesmo nome. Foi nesse lugar que Santos Dumont começou a dar mostras, por assim dizer, dos trabalhos aeronáuticos que tanto destaque lhe trariam, pois, conforme declarações dos seus pais, com apenas um ano de idade ele costumava furar balõezinhos de borracha para ver o que tinham dentro.15 E foi em Valença que ocorreu o batismo de Santos Dumont, na Matriz de Santa Teresa, em 20 de fevereiro de 1877, pelo padre Teodoro Teotônio da Silva Carolina. Em 1879 os Dumont venderam a Fazenda do casal em Valença (RJ) e se estabeleceram no Sítio do Cascavel, em Ribeirão Preto, onde compraram a Fazenda Arindeúva de José Bento Junqueira, de mil e duzentos alqueires, ocupando-se com plantio e beneficiamento de café, através da empresa Dumont Coffee Company. A propriedade, que logo ganhou o nome de Fazenda Dumont, em poucos anos se transformaria no maior estabelecimento agrícola do Brasil. Após uma viagem que a família Dumont realizou para Paris em 1891, o idealizador Santos Dumont começou a despertar-se para a área mecânica, principalmente para o motor de combustão interna, que culminou posteriormente com a construção de um balão (sem motor), e mais tarde chegou à criação de seu avião. Desde então, o jovem sonhador não parou mais de buscar alternativas, vindo a receber da Câmara Municipal de Ribeirão Preto, conforme Lei nº 100, de 4 de novembro de 1903, uma subvenção de um conto de réis para que prosseguisse as pesquisas que, três anos depois, resultaram na invenção do avião.17 Santos Dumont lembraria com saudosismo os tempos passados na fazenda paterna, onde desfrutava da mais ampla liberdade: "Vivi ali uma vida livre, indispensável para formar o temperamento e o gosto pela aventura. Desde a infância eu tinha uma grande queda por coisas mecânicas e, como todos os que possuem ou pensam possuir uma vocação, eu cultivava a minha com cuidado e paixão. Eu sempre brincava de imaginar e construir pequenos engenhos mecânicos, que me distraíam e me valiam grande consideração na família. Minha maior alegria era me ocupar das instalações mecânicas de meu pai. Esse era o meu departamento, o que me deixava muito orgulhoso.” Com apenas sete anos Santos Dumont já guiava os locomóveis da fazenda, e aos doze se divertia como maquinista das locomotivas, capazes de fatigar um homem com o triplo da sua idade, mas a velocidade realizável em terra não lhe bastava. Ao ler as obras do escritor francês Júlio Verne, nasceu em Santos Dumont o desejo de conquistar o ar. Os submarinos, os balões, os transatlânticos e todos os outros meios de transporte que o fértil romancista previu em suas obras exerceram uma profunda impressão na mente do rapaz. Anos depois, já adulto, ele ainda lembrava com emoção as aventuras vividas em imaginação: "Com o Capitão Nemo e seus convidados explorei as profundidades do oceano, nesse precursor do submarino, o Nautilus. Com Fileas Fogg fiz em oitenta dias a volta ao mundo. Na Ilha a hélice e na Casa a vapor, minha credulidade de menino saudou com entusiástico acolhimento o triunfo definitivo do automobilismo, que nessa ocasião não tinha ainda nome. Com Heitor Servadoc naveguei pelo espaço.” A tecnologia o fascinava. Começou a construir pipas e pequenos aeroplanos movidos por uma hélice acionada por molas de borracha torcida. E todos os anos, no dia 24 de junho, ele enchia frotas inteiras de diminutos balões de seda sobre as fogueiras de São João, para assistir em êxtase a sua ascensão aos céus. ,Pelos livros ele conheceu a história da navegação aérea. Aprendeu que fora na França que o balão a hidrogênio havia sido inventado, que os primeiros voos haviam sido efetuados e que as maiores aeronaves haviam sido construídas. Sentiu-se atraído por esse país de grandeza e progresso. Em 1891, com 18 anos, Santos Dumont fez uma viagem turística à Europa. Na Inglaterra passou alguns meses aperfeiçoando o seu inglês, e na França escalou o Monte Branco. Essa aventura, a quase 5.000 metros de altitude, acostumou-o a alturas elevadas. No ano seguinte, emancipado pelo pai, voltou à França e ingressou no automobilismo. Também iniciou estudos técnico-científicos com um professor de origem espanhola chamado Garcia. Em 1894 viajou para os Estados Unidos, visitando Nova Iorque, Chicago e Boston Em 1897, já independente e herdeiro de imensa fortuna – contava 24 anos – Santos Dumont partiu para a França, onde contratou aeronautas profissionais que lhe ensinaram a arte da pilotagem dos balões. Sabe-se que em 1900 ele já havia criado nove balões, dos quais dois se tornaram famosos: o Brazil e o Amérique. O primeiro, estreado em 4 de julho de 1898, foi a menor das aeronaves até então construídas – inflado a hidrogênio, cubava apenas 118 metros –, e com o segundo obteve em 13 de junho de 1899 o quarto lugar num torneio aéreo, a Taça dos Aeronautas , destinada ao balonista que pousasse mais distante do ponto de partida, após 325 quilômetros percorridos e 22 horas de voo. Simultaneamente ao balonismo, Santos Dumont começou experiências de dirigibilidade. Ansiava por poder controlar o voo, e para isso desenhou uma série de balões alongados dotados de lemes e motores a gasolina. O primeiro dirigível projetado por Santos Dumont, o número 1 , com 25 metros de comprimento e 180 de cubagem, foi inflado no Jardim da Aclimação de Paris no dia 18 de setembro de 1898, mas acabou rasgado antes de experimentado, devido a uma manobra mal feita pelos ajudantes que em terra seguravam as cordas do aparelho. Reparada dois dias depois, a aeronave partiu e evoluiu em todos os sentidos. Um imprevisto, porém, encurtou a viagem: a bomba de ar encarregada de suprir o balonete interno, que mantinha rígido o invólucro do balão, não funcionou devidamente, e o dirigível, a 400 metros de altura, começou a se dobrar e a descer com rapidez. Numa entrevista, Santos Dumont contou como escapou da morte certa: "A descida efetuava-se com a velocidade de 4 a 5 m/s. Ter-me-ia sido fatal, se eu não tivesse tido a presença de espírito de dizer aos passantes espontaneamente suspensos ao cabo pendente como um verdadeiro cacho humano, que puxassem o cabo na direção oposta à do vento. Graças a essa manobra, diminuiu a velocidade da queda, evitando assim a maior violência do choque. Variei desse modo o meu divertimento: subi num balão e desci numa pipa." Um fato que merece ser mencionado é que o motor utilizado nesse dirigível foi uma invenção de Santos Dumont: tratava-se, na verdade, de um motor Dion-Bouton modificado, com dois cilindros unidos pelas extremidades – disposição denominada “em tandem”. Enquanto o motor original fornecia uma potência de 1,5 cavalo-vapor, a alteração feita por Santos Dumont mais que duplicou essa potência, que passou a ser de 3,5 cavalos-vapor. Conquanto o motor fosse revolucionário, aquecia rápido demais e não foi utilizado nas construções seguintes. Em 1899 Santos Dumont construiu nova aeronave, o número 2, com o mesmo comprimento da primeira e mais ou menos a mesma forma, mas com diâmetro maior: 3,80 metros, o que elevou o volume para 200 metros cúbicos. Levando em conta a insuficiência da bomba de ar, que quase o havia matado, ele acrescentou um pequeno ventilador de alumínio para garantir que o formato do balão se mantivesse inalterável. O primeiro teste foi marcado para 11 de maio de 1899. À hora da experiência, uma forte chuva tornou o balão pesado. A demonstração feita consistiu em manobras simples com a aeronave presa por uma corda; não obstante, o teste terminou nas árvores adjacentes. O balão havia se dobrado sob a ação combinada da contração do hidrogênio e da força do vento. Em setembro daquele ano Santos Dumont deu início à construção de um novo balão alongado, o número 3, inflado a gás de iluminação, com 20 metros de comprimento e 7,50 de diâmetro, com capacidade para 500 metros cúbicos. A cesta instalada era a mesma utilizada nas duas outras aeronaves. O balonete interno, que até então só havia lhe causado problemas, foi dispensado. Às 15 hs 30 min do dia 13 de novembro, data em que, de acordo com alguns astrólogos, o mundo acabaria, Santos Dumont, num gesto de desafio, partiu no número 3 do Parque de Aeroestação de Vaugirard e contornou a Torre Eiffel pela primeira vez. Do monumento seguiu para o Parque dos Princepes e de lá para o campo de Bagatelle, próximo a Longchamps. Aterrissou no local exato onde o número 1 havia caído, dessa vez em condições controladas. Entusiasmou-se: "A partir desse dia, não guardei mais a menor dúvida a respeito do sucesso da minha invenção. Reconheci que iria, para toda a vida, dedicar-me à construção de aeronaves. Precisava ter minha oficina, minha garagem aeronáutica, meu aparelho gerador de hidrogênio e um encanamento, que comunicasse minha instalação com os condutos do gás iluminante.” Com efeito, o previdente balonista logo mandou construir na localidade de Saint Cloud um grande hangar, comprido e alto o bastante para comportar o número 3 com o invólucro completamente cheio, bem como os diversos dispositivos necessários para a fabricação do gás hidrogênio. Esse aeródromo, pronto em 1900, tinha 30 metros de comprimento, 7 de largura e 11 de altura. Mas já não estava destinado a abrigar o número 3, que havia sido abandonado pelo inventor, e sim o número 4, concluído em 10 de agosto daquele ano. Nessa época um vultoso prêmio agitava o meio aeronáutico. No dia 24 de março de 1900, o milionário judeu Henri Deutsch de la Meurthe, magnata do petróleo, havia enviado ao Presidente do Aeroclube da França, fundado há dois anos, uma carta na qual se comprometia a congratular com 100.000 francos aquele que inventasse uma máquina voadora eficiente: "Desejoso de concorrer para a solução do problema da locomoção aérea, comprometo-me a pôr à disposição do Clube Aéreo, uma soma de 100.000 francos, constituindo um prêmio, sob o título de Prêmio do Clube Aéreo, para o aeronauta que, partindo do parque de Saint Cloud, de Longchamps, ou de qualquer outro ponto, situado a uma distância igual da Torre Eiffel, alcance, em meia hora, este monumento, e, rodeando-o, volte ao ponto de partida. (…) Se julgar-se que algum dos concorrentes preencheu o programa, o prêmio lhe será entregue pelo próprio Presidente do Clube, à disposição de quem imediatamente porei a quantia acima indicada. Se no fim de cinco anos, a partir do dia 15 de abril do corrente, 1900, ninguém o tiver ganho, tenho por nulo o meu compromisso." O desafio ficou conhecido na imprensa como Prêmio Deutsch. O regulamento estipulava que uma aeronave, para ser considerada prática, deveria poder se deslocar à Torre Eiffel, contornar o monumento e retornar ao local da ascensão em no máximo trinta minutos, sem escalas, cobrindo ao todo 11 quilômetros sob as vistas de uma comissão do Aeroclube de França, convocada com pelo menos um dia de antecedência. A velocidade média mínima a atingir, portanto, era de 22 km/h. Conforme esse critério as máquinas voadoras apresentadas até aquele momento não haviam se provado eficientes. O prêmio estimulou Alberto Santos Dumont a tentar com o número 4 voos mais velozes. A aeronave tinha 420 metros de cubagem, 29 de comprimento e 5,60 de diâmetro. Por baixo ficava uma quilha de vara de bambu de 9,40 metros, na metade da qual estavam o selim e os pedais de uma bicicleta comum. Montado no selim, o aeronauta tinha sob os pés os pedais de partida de um motor de 7 cavalos-vapor, que acionava uma hélice dianteira com duas pás de seda de 4 metros. Próximo ao piloto ficavam as pontas das cordas pelas quais se podiam controlar a regulagem do carburador e das válvulas, bem como o manuseio do leme, do lastro e dos pesos deslocáveis. O leme, pentagonal, foi colocado bem na extremidade do balão, no próprio material do invólucro. Com o número 4 Santos Dumont fez em agosto voos quase diários partindo de Saint Cloud. Em 19 de setembro, perante membros do Congresso Internacional de Aeronautas, ele forneceu uma prova clara do trabalho efetivo de uma hélice aérea acionada por um motor a petróleo: marchou repetidas vezes contra o vento, impressionando os cientistas presentes. Tendo em vista alguns torneios aéreos, no começo de 1901 ele construiu o balão Fatum, esférico, com o qual ascendeu em janeiro, março e junho daquele ano. Testou nessas subidas um invento do aeronauta francês Emmanuel Aimé, denominado “termosfera”, destinado a possibilitar ao balonista melhor controle das alturas atingidas, no caso de 20 a 30 metros. Retomando então o desafio do Prêmio Deutsch, Santos Dumont projetou o número 5, com motor fálico de 16 cavalos-vapor. O dirigível, terminado em julho de 1901, tinha 550 metros de cubagem, 36 de comprimento e 6,5 de diâmetro.

domingo, 28 de junho de 2015

29 DE JUNHO COMEMORA-SE O DIA DE SÃO PEDRO !!


29 DE JUNHO COMEMORA-SE O DIA DE SÃO PEDRO São Pedro (1a.C-67) foi apóstolo de Cristo. É tido como o fundador da Igreja Cristã em Roma. É considerado pela Igreja Católica como seu primeiro papa. As principais fontes que relatam a vida de São Pedro são os quatro Evangelhos Canônicos, pertencentes ao novo testamento. Escritos originalmente em grego, em diferentes épocas, pelos discípulos Mateus, Marcos, João e Lucas, Pedro aparece com destaque em todas as narrativas evangélicas. São Pedro (1a.C-67) nasceu na Betsaida, na Galileia. Filho de Jonas e irmão do apóstolo André, seu nome de nascimento era Simão. Pescador, trabalhava com o irmão e o pai. Por indicação de João Batista, foi levado por seu irmão André, para conhecer Jesus Cristo. No primeiro encontro Jesus o chamou de Kepha, que em aramaico significava pedra, e traduzido para o grego Petros, determinando ser ele o apóstolo escolhido para liderar os primeiros pregadores da fé cristã pelo mundo. Nessa época de seu encontro com Cristo, Pedro morava em Cafarnaum, com a família de sua mulher. Pedro foi escolhido como o chefe da cristandade aqui na terra: "E eu te digo: Tu és pedra e sobre esta pedra edificarei a minha igreja, e as portas do inferno não prevalecerão contra ela. E eu te darei as chaves do reino dos céus; e tudo o que ligares sobre a terra, será ligado também nos céus". Convertido, despontou como líder dos doze apóstolos, foi o primeiro a perceber em Jesus o filho de Deus.

terça-feira, 9 de junho de 2015

Período de Guerra entre Argentina e a Grã Bretânha de 02 de Abril a 14 de Junho de 1982


Foi um conflito bem rápido entre Grã-Bretanha e Argentina, que quebraram o pau no começo dos anos 80 pelo controle de um pequeno arquipélago no Atlântico Sul, as ilhas Malvinas - conhecidas em inglês como Falklands. A Grã-Bretanha ocupa e administra as ilhas desde 1883, mas nossos hermanitos, cujo litoral fica só a 480 quilômetros do lugar, nunca aceitaram esse domínio. Aproveitando essa briga histórica, o ditador argentino Leopoldo Galtieri lançou uma invasão às ilhas em 1982. No dia 2 de abril daquele ano, as tropas argentinas tomaram a capital das Malvinas, Stanley. A invasão tinha razões políticas: como as coisas não iam bem dentro das fronteiras de nossos vizinhos - os ditadores eram acusados de má administração e de abuso dos direitos humanos -, o general Galtieri ocupou as Malvinas esperando unir a nação em um frenesi patriótico e, de quebra, limpar a barra do governo militar. Mas ele não contava que a Grã-Bretanha reagisse prontamente à invasão, enviando às Malvinas uma força-tarefa com 28 mil combatentes - quase três vezes o tamanho da tropa rival. E, ao contrário do que supunham os generais argentinos, os Estados Unidos não se mantiveram neutros, mas resolveram apoiar os britânicos, seus aliados na poderosa aliança militar da Otan (Organização do Tratado do Atlântico Norte). Fornecendo armas, os americanos deram uma forcinha decisiva aos súditos de Elizabeth II. Turbinados pelo apoio ianque, os britânicos bateram os argentinos em pouco mais de dois meses. Aos nossos vizinhos, restou voltar para casa e resolver os problemas internos. Com o fiasco nas Malvinas, o regime militar argentino afundou e foi substituído por um governo civil. Do outro lado do Atlântico, a primeira-ministra britânica Margaret Thacher aproveitou os louros da reconquista para conduzir seu Partido Conservador à vitória nas eleições daquele ano. Período de Guerra entre Argentina e a Grã Bretânha de 02 de Abril a 14 de Junho de 1982 Sinopse: 25 de maio de 1982, Guerra das Malvinas. Um HMS Coventry, um destroyer com mísseis teleguiados Tipo 42, está em operações com o HMS Broadsword. Sua tarefa é derrubar aviões argentinos.

domingo, 7 de junho de 2015

12 DE JUNHO COMEMORAMOS O DIA DOS NAMORADOS !!


Se você quer ser minha namorada Ai, que linda namorada Você poderia ser Se quiser ser somente minha Exatamente essa coisinha Essa coisa toda minha Que ninguém mais pode ser Você tem que me fazer um juramento De só ter um pensamento Ser só minha até morrer E também de não perder esse jeitinho De falar devagarzinho Essas histórias de você E de repente me fazer muito carinho E chorar bem de mansinho Sem ninguém saber porquê Porém, se mais do que minha namorada Você quer ser minha amada Minha amada, mas amada pra valer Aquela amada pelo amor predestinada Sem a qual a vida é nada Sem a qual se quer morrer Você tem que vir comigo Em meu caminho E talvez o meu caminho Seja triste pra você Os seus olhos têm que ser só dos meus olhos E os seus braços o meu ninho No silêncio de depois E você tem que ser a estrela derradeira Minha amiga e companheira No infinito de nós dois. Vinicius de Moraes

sábado, 6 de junho de 2015

ONU e BNDES assinam nova parceria para aumentar transparência de dados


O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) assinaram um memorando de entendimento para reforçar a gestão pública de recursos a estados e municípios, aprimorar a operação internacional do Fundo Amazônia e aperfeiçoar os mecanismos de transparência do banco, além de prever o compromisso do BNDES com ações relacionadas aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS). Em ato para o lançamento do canal BNDES Transparente, acessível por meio do portal do banco na internet, no Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC) em Brasília, na terça-feira 2, o ministro Armando Monteiro, o presidente do BNDES, Luciano Coutinho, e o representante residente do PNUD no Brasil, Jorge Chediek, assinaram o documento que garantirá a parceria entre PNUD e BNDES pelo período de 12 meses. “Teremos operações e contratos o mais possível publicizados”, afirmou o presidente do BNDES, Luciano Coutinho, ao comentar o BNDES Transparente, e complementou: “O PNUD é instituição líder no apoio à transparência em instituições”. O memorando de entendimento permitirá o desenvolvimento de projetos de cooperação também fora do Brasil, por intermédio do Fundo Amazônia, de maneira a favorecer o intercâmbio de conhecimento no âmbito da Cooperação Sul-Sul. O PNUD também poderá oferecer ao banco sua rede de escritórios, ferramentas e instrumentos de ação, como plataforma de apoio para uma eventual expansão da cooperação na região da América Latina e Caribe e nos continentes africano e asiático.

quinta-feira, 4 de junho de 2015

Mostra de cinema comemora Dia Mundial do Meio Ambiente em Brasília, nesta sexta-feira (05)


Como parte das atividades do Dia Mundial do Meio Ambiente, comemorado globalmente nesta sexta-feira, 5 de junho, o Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA) e o grupo ONU Verde organizam uma mostra de cinema no Cine Brasília (EQS 106/107). Na ocasião, o Ministério do Meio Ambiente fará o pré-lançamento do Circuito Tela Verde (CTV), iniciativa do Departamento de Educação Ambiental – DEA, da Secretaria de Articulação Institucional e Cidadania Ambiental – SAIC e da Secretaria do Audiovisual – SAv do Ministério da Cultura – MinC. O evento acontece às 18h30 e tem entrada franca. Na abertura, estarão presentes a representante do PNUMA no Brasil, Denise Hamú; a secretária de Articulação Institucional e Cidadania Ambiental do Ministério do Meio Ambiente (MMA), Regina Gualda; e o presidente do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), Cláudio Maretti. Depois da abertura, serão exibidos três curtas do CTV; após a exibição haverá um debate com especialistas da área da sustentabilidade. Ao final do evento, haverá sorteio de brindes e um coquetel. Será sorteado um “kit lazer” em Brasília, com um final de semana em um hotel histórico da cidade e uma hora de Stand Up Paddle no lago Paranoá. Desde o dia 1º de junho, o Cine Brasília é palco da Mostra de Cinema Dia Mundial do Meio Ambiente 2015 que exibe longas e curtas-metragens a respeito do Consumo Sustentável, tema do Dia Mundial deste ano. O objetivo é levar à população informações e conhecimento sobre o tema, estimulando hábitos mais conscientes de consumo. Meio ambiente X Consumo O Dia Mundial do Meio Ambiente é celebrado pela ONU todos os anos para divulgar mensagens sobre a questão ambiental e convocar pessoas, governos, empresas e instituições a participar. Este ano, o tema é o consumo sustentável. Com o slogan “Sete bilhões de sonhos. Um planeta. Consuma com moderação”, o PNUMA convida a todos a repensar seus estilos de vida e escolhas de consumo, para que juntos possamos diminuir o impacto coletivo da humanidade sobre os recursos naturais. De acordo com o Painel Internacional de Pesquisa do PNUMA, se não mudarmos nossos atuais padrões de consumo, em 2050 serão necessários três planetas Terra para suprir nossa demanda por recursos naturais. E o que significa ‘precisarmos de 3 planetas Terra’? Significa que o planeta demoraria 3 anos para regenerar os recursos que usamos em um ano. Hoje, a humanidade devora mais de 46 bilhões de toneladas de minerais, combustíveis fósseis e biomassa por ano. Em 2050, se nosso apetite por consumo permanecer o mesmo, estaremos demandando três vezes esse volume. Serviço:

quarta-feira, 3 de junho de 2015

Significado da Festa de Corpus Christi, celebrada nesta Quinta


Corpus Christi é uma expressão oriunda do latim que significa “Corpo de Cristo”. É considerada uma das festas mais importantes para a Igreja Católica, pois celebra o mistério da eucaristia, ou seja, o sacramento do sangue e corpo de Jesus Cristo. Nesta quinta-feira, 04, a Igreja Católica, em todo o mundo, comemora o dia de Corpus Christi. Nome que vem do latim e significa “Corpo de Cristo”. A festa de Corpus Christi tem por objetivo celebrar solenemente o mistério da Eucaristia – o Sacramento do Corpo e do Sangue de Jesus Cristo. Acontece sempre em uma quinta-feira, em alusão à Quinta-feira Santa, quando se deu a instituição deste sacramento. Durante a última ceia de Jesus com seus apóstolos, Ele mandou que celebrassem Sua lembrança comendo o pão e bebendo o vinho que se transformariam em seu Corpo e Sangue. "O que come a minha carne e bebe o meu sangue, tem a vida eterna e, eu o ressuscitarei no último dia. Porque a minha carne é verdadeiramente comida e o meu sangue é verdadeiramente bebida. O que come a minha carne e bebe o meu sangue permanece em mim e eu nele. O que come deste pão viverá eternamente" (Jo 6, 55 – 59). Através da Eucaristia, Jesus nos mostra que está presente ao nosso lado, e se faz alimento para nos dar força para continuar. Jesus nos comunica seu amor e se entrega por nós. Origem da Celebração A celebração teve origem em 1243, em Liège, na Bélgica, no século XIII, quando a freira Juliana de Cornion teria tido visões de Cristo demonstrando-lhe desejo de que o mistério da Eucaristia fosse celebrado com destaque. Em 1264, o Papa Urbano IV através da Bula Papal "Trasnsiturus de hoc mundo", estendeu a festa para toda a Igreja, pedindo a São Tomás de Aquino que preparasse as leituras e textos litúrgicos que, até hoje, são usados durante a celebração. Compôs o hino “Lauda Sion Salvatorem” (Louva, ó Sião, o Salvador), ainda hoje usado e cantado nas liturgias do dia pelos mais de 400 mil sacerdotes nos cinco continentes. A procissão com a Hóstia consagrada conduzida em um ostensório é datada de 1274. Foi na época barroca, contudo, que ela se tornou um grande cortejo de ação de graças. No Brasil No Brasil, a festa passou a integrar o calendário religioso de Brasília, em 1961, quando uma pequena procissão saiu da Igreja de madeira de Santo Antônio e seguiu até a Igrejinha de Nossa Senhora de Fátima. A tradição de enfeitar as ruas surgiu em Ouro Preto, cidade histórica do interior de Minas Gerais. A celebração de Corpus Christi consta de uma missa, procissão e adoração ao Santíssimo Sacramento. A procissão lembra a caminhada do povo de Deus, que é peregrino, em busca da Terra Prometida. No Antigo Testamento esse povo foi alimentado com maná, no deserto. Hoje, ele é alimentado com o próprio Corpo de Cristo. Durante a Missa o celebrante consagra duas hóstias: uma é consumida e a outra, apresentada aos fiéis para adoração. Essa hóstia permanece no meio da comunidade, como sinal da presença de Cristo vivo no coração de sua Igreja.

terça-feira, 2 de junho de 2015

5 DE JUNHO DIA MUNDIAL DO MEIO AMBIENTE

Criação do Dia Mundial do Meio Ambiente O Dia Mundial do Meio Ambiente é comemorado todo dia 5 de junho de cada ano. Esta data foi estabelecida pela Assembleia Geral das Nações Unidas em 15 de dezembro de 1972, durante a Conferência de Estocolmo, que tratou do tema Ambiente. Foi durante esta conferência que foi aprovada também o Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente. Objetivos A criação desta data teve como objetivo principal a conscientização da população mundial sobre os temas ambientais, principalmente, aqueles que dizem respeito à preservação. Desta forma, a ONU procurou ampliar a atuação política e social voltada para os temas ambientais. Era intensão da ONU também, transformar as pessoas em agentes ativos da preservação e valorização do meio ambiente. Importância e comemoração Nesta data, ocorrem diversos eventos no mundo todo. Palestras, campanhas educativas, documentários e eventos são realizados, em vários locais, com o propósito de despertar as pessoas para esta importante questão mundial. Em muito países ocorrem acordos ambientais e definição de políticas voltadas para a proteção do meio ambiente. Esta data é muito importante nas escolas, pois os alunos, em estágio de formação, podem desenvolver uma consciência ambiental que é fundamental para o futuro do

24 DE MAIO DIA DA INFANTARIA

24 DE MAIO DIA DA INFANTARIA

24 DE MAIO DIA DA INFANTARIA NO BRASIL E NO MUNDO No longínquo 24 de maio de 1810, duzentos anos atrás, nascia Antônio de Sampaio. Num outro 24 de maio, 56 anos mais tarde, o mesmo Sampaio, Brigadeiro, no Comando da Divisão Encouraçada, em franco combate, receberia os três ferimentos graves que lhe tiraram a vida. Era 24 de maio! Eis a efeméride consagrada como legenda eterna para a Infantaria Brasileira. Antônio de Sampaio, filho de sertanejos simples, nasceu na Fazenda Vitor, povoado de Tamboril, Capitania do Ceará-Grande. Aos 20 anos, assentou praça como voluntário no 22º Batalhão de Caçadores, sediado na atual cidade de Fortaleza. Seu batismo de fogo não tardaria. Em 1832, no que ficou conhecido como Encontro de Icó, lutou contra a rebelião que se opunha à abdicação de D. Pedro I. Sampaio combateu no Pará, na Cabanada; no Maranhão, na Balaiada; no Rio Grande do Sul, na Guerra dos Farrapos; e em Pernambuco, na Revolução Praieira. Em todas essas ocasiões, com extraordinária atuação. Em 1852, o então Major Sampaio tomou parte na gloriosa campanha de Monte Caseros. Em 1861, já coronel, assumiu a 5ª Brigada, comandando-a nas campanhas do Prata. Em 1865, ascendeu ao posto de Brigadeiro, por merecimento, como foram todas as suas promoções, em reconhecimento às demonstrações de bravura, coragem e engenhosidade. Mas foi na Campanha da Tríplice Aliança que o sertanejo de Tamboril cobriu-se definitivamente de glória. Em 1866, Sampaio rumou para o teatro de operações. À frente da Divisão Encouraçada, combateu nas operações de transposição do Rio Paraná e nas batalhas da Confluência e do Estero Bellaco. Na marcha para Tuiuti, coube-lhe o comando da vanguarda. Na véspera da batalha, conduziu o perigoso reconhecimento na Linha Negra, de onde vieram preciosas informações de combate e grande número de prisioneiros. Tuiuti foi a maior batalha campal da história da América do Sul. Com manobras ousadas e engenhosas do Comandante e graças à tenacidade e valentia dos combatentes sob seu comando, a Encouraçada derrogara o ataque inimigo. Tuiuti estava vencida antes do cair da tarde. Em suma, nos tumultuados dias da Regência e nos primeiros anos do II Império, Sampaio participou das campanhas contra as revoltas internas e os inimigos externos, destacando-se pela bravura e pela liderança em combate. No comando de sucessivos escalões, transformou-se num condutor de homens, conhecedor profundo do terreno e mestre em adestrar, empregar e conduzir tropas de Infantaria. Recebeu de D. Pedro II seis condecorações, entre 1852 e 1865, em reconhecimento aos excelentes serviços prestados à Nação, na paz e na guerra. A história registra que Sampaio recebeu três ferimentos no dia do seu aniversário. O primeiro, por granada, comprometeu-lhe a coxa direita; os outros dois foram nas costas. Em consequência desses ferimentos, faleceu em 06 de julho de 1866 a bordo do navio-hospital que o transportava para Buenos Aires. Homem com pureza de propósitos e sentimento patriótico radicado em seu coração, o Brigadeiro dedicou-se inteiramente ao ofício militar. Exemplo da noção de denodo, foi consagrado Patrono da Arma de Infantaria do Exército Brasileiro em 1962, por meio de decreto presidencial. Em 1969, os restos mortais do insigne Patrono foram transladados para o Cemitério São João Batista, em Fortaleza, e, desde 24 de maio de 1996, repousam no mausoléu erigido em sua homenagem no Quartel-General do Comando da 10ª Região Militar, na capital cearense. Sampaio legou, com o sangue de seus três ferimentos, um ideário de liderança, coragem e patriotismo. Eternizou-se na História do Exército Brasileiro como o mais distinto dos Infantes. https://youtu.be/eQfKtLug-go

23 DE MAIO DIA DA JUVENTUDE CONSTITUCIONALISTA DE 1932 MMDC

23 DE MAIO DIA DA JUVENTUDE CONSTITUCIONALISTA

23 DE MAIO DIA DA JUVENTUDE CONSTITUCIONALISTA ( MMDC ) O dia 23 de maio é uma data muito importante para a democracia brasileira. Em 1932, quatro estudantes paulistas - Martins, Miragaia, Dráusio e Camargo - foram mortos nessa data, num confronto com a polícia, quando se manifestavam contra a ditadura de Getúlio Vargas. A morte dos quatro estudantes foi o estopim da revolta paulista contra o governo e a favor de uma Constituição. As iniciais dos nomes dos quatro estudantes, MMDC, passaram a ser o símbolo da revolta de São Paulo, que eclodiu no dia 9 de julho e passou para a história com o nome de Revolução Constitucionalista de 1932. Essa revolução foi uma espécie de revide dos grupos que tinham sido derrotados pela Revolução de 1930. Esses grupos, ligados ao Partido Republicano Paulista (PRP), defendiam a instalação imediata da Assembléia Constituinte e acusavam Getúlio Vargas de retardar a elaboração da nova Constituição do país, almejando recuperar o poder que haviam perdido com a vitória política de Vargas. O movimento MMDC mobilizou cerca de cem mil homens; a maioria era representante da classe média. Os paulistas se organizaram em frentes de combate e se posicionaram nas divisas de São Paulo com Minas Gerais, com o Paraná e no vale do Paraíba. Aguardaram em vão o apoio de outros estados. No dia 3 de outubro, as tropas paulistas se renderam diante da superioridade das forças federais. Em São Paulo, foi construído um monumento em homenagem aos quatro estudantes. Trata-se do obelisco do Ibirapuera, projetado por Oscar Niemeyer, que serve de mausoléu para seus corpos. Pode ser avistado da avenida vinte e três de Maio, que recebeu esse nome como parte da homenagem aos heróis de 1932. O dia 23 de maio foi fundamental para os revolucionários, porque o povo saiu às ruas, para lutar pela Constituição; por isso, nele se comemora o Dia da Juventude Constitucionalista. Nesse dia, recordam-se não só a participação dos jovens no movimento, como também os quatro estudantes vitimados pelos repressores. Em São Paulo, em 9 de julho, MMDC são especialmente honrados no Dia do Soldado Constitucionalista, festa que ocorre só nesse estado.

British Army musicians flashmob 'Colonel Bogey', at Capitol Shopping Centre, Cardiff, 5 Oct 2013

quinta-feira, 21 de maio de 2015

Boas Lembranças

Eu sou de um tempo que desde a infância sempre tivemos muita educação,respeito pelos nossos queridos País ,irmãos e irmãs pelos mais velhos em geral, lembro-me de quando comecei a trabalhar na Rua Ladeira Porto Geral ,centro velho de São Paulo ,eu tinha 12 anos ,fiquei muito orgulhoso de mim mesmo quando recebi o meu primeiro salário ,os tempos foram passando ,eu fui crescendo quando reparei eu já estava nas forças armadas do Brasil. Foi muito bom para mim estar nas forças armadas ,pois como eu fui ESCOTEIRO eu tive de aprender muita pouca coisa ,tive de aprender muito mais na área militar . Aprendemos a honrar Pai e Mãe desde pequeninos ,mais também aprendemos a Honrar a Pátria ,que por bom sinal é o nosso Berço !! Aprendemos a elevar as nossas preces ao Senhor nosso bom DEUS Pai criador do céu e da Terra ao nosso Senhor JESUS CRISTO e a Nossa Mãe VIRGEM MARIA! Hoje eu já sou como diz um amigo meu um homem seminovo com muito mais experiencia e muita jovialidade ainda ,procuro ver a vida com doçura ,quando olho para alguém no qual eu não conheço eu procuro não ver a pessoa em sí ,procuro ver o seu caráter a sua dignidade ,a sua índole e o mais importante procuro ver se há conteúdo no ser humano . Pois quando eu encontro algo bom em alguém eu volto a acreditar no ser humano !! Obrigado!! William

segunda-feira, 27 de abril de 2015

FLOR DE LIS DA DIREÇÃO DA FEDERAÇÃO BRASILEIRA DOS ESCOTEIROS DO AR " F. B. E. Ar "

FRENTE DO INFORMATIVO DOS ESCOTEIROS DO AR " CURUMI MIRIM "

VERSO DO INFORMATIVO DOS ESCOTEIROS DO AR " CURUMI MIRIM "

FLOR DE LIS DA FEDERAÇÃO BRASILEIRA DOS ESCOTEIROS DO AR " F.B.E.Ar "

A VIDA E A OBRA DO LENDÁRIO E SAUDOSO CHEFE JAYME JANEIRO RODRIGUES

COMPÊNDIO HISTÓRICO DA ÓBRA E DA VIDA DO NOTÁVEL CHEFE ESCOTEIRO "" JAYME JANEIRO RODRIGUES"" -Capítulo 1 Jayme Janeiro Rodrigues.,brasileiro,nasceu no bairro de Santana São Paulo, em 04 de Janeiro de 1906 (na Chácara das Rosas),filho de João Baptista Rodrigues e D.Anna Corrêa Rodrigues.Uma infância como todas as de família pobre,com as brincadeiras da época como, papagaio,peão,bolinha de gude, carrinho de rolemã e outras ,sempre estando com seus amigos entre os quais o chico land. Começou a Trabalhar aos 13 anos de idade na Ligth,como aguadeiro nas linhas e cabos ,depois como auxiliar de apontador nas oficinas junto ao seu pai que era o encarregado das oficinas.,durante a sua juventude foi corredor no que hoje chamamos de formula 3 ,estando sempre na companhia de seu amigo desde pequeno chico land,participaram de diversas corridas ,pois que tanto o chico land como o jovem Janeiro ,éram excelentes mecânicos.Capítulo 2 Ao completar seus 20 anos de idade ,o jovem Janeiro ,incorporou no Exército Brasileiro, e foi ser recruta no Lendário 4* Regimento de Infantaria (pé de Poeira),em Quitaúna SP ,tal oportunidade foi no ano de 1926 ,durante a sua época de praça e mais adiante praça pronto do Exército ,o jovem Janeiro conheceu uma linda Jovem ,também residente no bairro de Santana São Paulo,e passou a namorar,seu namoro durou menos de um ano e os Jovens JANEIRO E ADELAIDE se casaram em 27 de Outubro de 1927.,no mesmo ano o praça pronto Soldado Janeiro ,foi promovido a Cabo já formado em Radio-Telegrafista, o cabo Janeiro fez parte na campanha de 1927 ,intervenção federal em Goiás .Capítulo 3 Em setembro de 1930 foi promovido a 2.Sargento ,já como professor de Educação Física do Exército ,foi transferido para servir no quartel de Bacaxeri em Curitiba Paraná.,foi lotado ao 5* Batalhão de Engenharia Logística do 5* Regimento de Aviação do Exército ,em 1932 teve a opção de ficar detido no quartel em razão da (Revolução Constitucionalista de 1932) como Paulista ele e outros Paulistas não lutaram .no final das hostilidades pouco mais de dois meses de luta entre irmãos,Todos os militares Paulistas foram liberados voltando assim as suas funções normais na vida militar,ainda em final de 1932 o 2.Sargento Janeiro foi designado para fazer parte ativa do 5* Regimento de Aviação do Exército ,o 2.sargento Janeiro éra um atléta em sua época ,na vida esportiva do Exército foi campeão nos 5.000 e 10.000 métros ,foi campeão no lançamento de granadas ,foi campeão juntamente com sua equipe de militares nos torneios de voleyboll e basquete pela turma da Aviação em Dezembro de 1933 foi promovido a 1* Sargento em outro torneio foi campeão na tradicional corrida do trecho militar de bacaxerí e campeão de tiro de fuzil sem apoio.Capítulo 4 Foi designado para fazer a construção de linhas telegráficas ,em mato grosso ao lado do Coronel do Exército .,CÂNDIDO MARIÂNO DA SILVA RONDON , em curto período o 1.Sargento Janeiro e o CEL. RONDON tornaram-se grandes amigos de farda , no término dos serviços de comunicações de linhas telegráficas o 1.sargento Janeiro voltou para a sua unidade de origem. REVOLUÇÕES :Durante as Revoluções o 1.Sargento Janeiro ,Lutou na Revolução de 1930,em 1932(não Lutou) Lutou na Revolução de 1935 ,e Lutou também na Revolução de 1937.Capítulo 5 Em 20 de Janeiro de 1941., foi criado o Ministério da Aeronáutica ,com tal criação todos os Regimentos de Aviação do Exército bem como os batalhões de engenharia e comunicações do Exército, foram transferidos para a Aeronáutica na oportunidade ,o então major aviador do Exército GODOFREDO VIDAL e o tenente coronel aviador VASCO ALVES SECCO .alem de outros militares também foram transferidos com o 5* Regimento de Aviação do Exército para a Aeronáutica. A 5* ARMA Foi assim chamada a Aeronáutica como 5* Arma ,pois até meados de 1941 somente haviam as armas de Marinha, Cavalaria, Infantaria e Artilharia com a criação do Ministério da Aeronáutica em 1941 ,mais adiante passamos a ter de fato a Força Aérea Brasileira, em substituição ao nome provisório ,que éra assim .,Força Aérea Nacional., e em tão já com o nome definitivo como Força Aérea Brasileira, comulativamente foram criadas as novas patentes ,bem como as novas fardas etc..Capítulo 6 O 1.Sargento Janeiro ,esteve servindo já na Força Aérea Brasileira ,na base aérea de Campo dos Afonsos , Campo de Marte e na Base Aérea de Cumbica ,por sinal na base Aérea de Cumbica em consolidação o 1.Sargento Janeiro bem como o Sub Oficial Brasil , os dois militares fizeram a composição o Hino da Base Aérea de Cumbica., uma vez que foram os dois que organizaram a banda de música de Cumbica ,foi com elevada satisfação que o também compositor Janeiro e o Maéstro Brasil organizaram a banda e o hino da Base Aérea de Cumbica.Transferido para servir no Campo de Marte ,o 1.Sargento Janeiro, foi elevado a promoção para Sub-Oficial ,em 1942 ainda durante este período o Sub-Oficial Janeiro chegou a ser em 1943 .,o secretário do Ministro da Aeronáutica , já em 1944 o Sub-Oficial Janeiro ,Participou da **2 GUERRA MUNDIAL** ,voando como Radio-Telegrafista de Bordo dos então B.25 e B.26 ,cobrindo o litoral da costa do Brasil ,em algumas oportunidades voo com o então 1* Tenente Aviador DÉLIO JARDIM DE MATTOS, nos B.25 cobrindo a costa do litoral Brasileiro e assim sendo o ainda sub-oficial janeiro, participou da 2*Guerra Mundial .,Comandou o Blecaute na cidade de santos., com 4 elogios em boletim. No final da Segunda Grande Guerra Mundial ., o Sub Oficial Janeiro voltou para servir no campo de marte -SP .,em 1950 foi promovido a 2* Tenente Radio Telegrafista ., organizou o (CAM) Correio Aéreo Militar da 4* zona Aérea .como auxiliar do serviço de Rotas Aéreas .,organizou e chefiou o posto de Radio do Q.G. da 4* Zona Aérea. e foi encarregado de diversos inquéritos militares como escrivão.Capítulo 7 O 2* Tenente Janeiro ,foi promovido à 1* Tenente Rádio Telegrafista da F.A.B. em 1952,e em Novembro do mesmo ano ,passou para a reserva remunerada.Já na reserva ,leu por 20 anos o boletim do Parque da Aeronáutica,à pedido do Brigadeiro .,João Milanez Filho ,fez o primeiro livro histórico do Parque da Aeronáutica de São Paulo,foi quem fez o livro histórico da 4* Zona Aérea.,foi o autor do primeiro concurso de vitríni,em homenagem a semana da asa .,fez mais de 110 conferências sobre "ALBERTO SANTOS DUMONT" o Pai da Aviação Nacional e Mundial,bem como foi historiador e conferentista sobre a origem das Bandeiras.Capítulo 8 Jayme Janeiro Rodrigues,foi casado com a Senhora D.Adelaide Lopes Rodrigues.,tendo 4 filhos todos homens e residentes em São Paulo. Maçonaria Foi ao longo de mais de 50 anos Maçon e chegou ao grau máximo como méstre maçon por duas vezes e entre os de seu tempo foi o grande porta bandeira maçônico .,ele também iniciou vários outros maçons entre muitos eram chefes escoteiros.Em 1952 fundou juntamente de outros nobres cavalheiros maçons a " Loja Flor de Lis "com relevantes e destacados serviços prestados a São Paulo e ao Brasil. Futebol Durante o período de 1942 à 1950 foi árbitro de futebol profissional fazendo parte integrante do quadro de árbitros da Federação Paulista de Futebol,durante o período de 8 anos em que apitou ,arbitrou partidas memoráveis entre as quais um que entrou para a história ,envolvendo dois times paulistas dos grandes ,mais a frente poderemos verificar qual foi essa partida tão disputada que teve até um General ,participando do inicio do jogo.Capítulo 9 Como Compositor teve mais de 150 musicas gravadas em LPS e Compacto entre suas gravações são as dos tipos: Sertanejas, Caipiras, Boleros e Carnavalescas .,entre seus maiores sucessos estão os mais vendidos em todos os tempos que são : Ciúmes e a Sandalha Furou e outras músicas executadas até os dias de hoje.Foi presidente da Comissão Fiscal da "Sadembra" Sociedade Administradora de Direitos de Execução Musical do Brasil., o compositor Janeiro ,fundou com a colaboração ,de Tunico e Tinoco ,nhô Zé e nhô fio ,cascatinha e Geraldo Meireles .,à União dos Artistas Sertanejos com sede em São Paulo-SP Jayme Janeiro ,após já alguns anos aposentado da Força Aérea Brasileira, trabalhou como chefe de vendas da OCIAN .,projetou e executou com o seu amigo e irmão ,Doutor Roberto Andraus.,a Cidade OCIAN o edifício Andraus e muitos outros prédios em São Paulo Capital em Santos e São Vicente ,foi vendedor da concremix ,relações públicas da rendimix., foi também representante comercial da fabrica de guarda chuvas e toalhas de Santa Catarina em São Paulo:. Condecorações e Distinções Campanha do Atlântico Sul, Medalha dos Vintes Anos de Criação do Ministério da Aeronáutica, Diploma da Ordem dos Músicos do Brasil, Medalha da Força Aérea Brasileira, Sesquicentenário da Independência do Brasil , Medalha Tiradentes da União dos Escoteiros do Brasil , Medalha e Diploma Tapir de Prata da União dos Escoteiros do Brasil, Medalha da Ordem do Cruzeiro do Sul do Governo federal.,Medalha e Diploma de Pioneiro do Ar.Comendas: Marechal Cândido Mariano Rondon , Barão do Rio Branco, José Bonifácio de Andrada e Silva, Padre José de Anchieta, Marechal Henrique Juan Lindo da República de Honduras, Marechal Francisco Marcelino de Aguiar, Marechal Caetano de Faria, Príncipe Albert de Mônaco, Ordem Supremi Militaria Templi herro Sollymitani, Medalha Anchieta e Diploma da Cidade de São Paulo (Cidadão Paulistano),Medalha Brigadeiro José Vieira Couto de Magalhães, Marechal Hermes da Fonseca .Diversas outras Medalhas e Condecorações ,Esportivas,Maçônicas e Escoteiras.Condecoração do Vaticano O PAPA Pio 11 Fez por Condecorar com a Medalha da Ordem de São Pedro.Jornalismo: Pontifícia Universidade de São Paulo ,Escola de Jornalismo "Casper Libero" da faculdade de filosofia ,ciências e letras de São Paulo, Jayme Janeiro Rodrigues., se formou em Jornalismo na Turma de 1961.Outras Formações ,Jayme Janeiro Rodrigues., Formou-se em:Rádio-Telegrafista - Meteorologista – Navegador Aéreo - Educação Física –Professor de Letras – Historiador da Academia Nacional de Ciências e Letras de São Paulo Capítulo 10: Escotismo O chefe Jayme Janeiro Rodrigues., ingressou no movimento Escoteiro em 1918 com a idade de 12 anos,ele foi Escoteiro – Sênior – Pioneiro – e Mais adiante após concluir os devidos cursos para chefe na então A.B.E.(Associação Brasileira de Escoteiros).Em 1937 organizou o Grupo Escoteiro de terra ""Tenente Aviador Ricardo Kirk"" Em 28 de Abril de 1939 ,o Sargento Jayme Janeiro Rodrigues,o Major Aviador Godofredo Vidal e o Tenente Coronel Aviador Vasco Alves Secco fizerem por criar a modalidade do Ar ,foi criado o primeiro núcleo de Escoteiros do Ar ., e no mesmo ano apresentado a Direção Nacional da União dos Escoteiros do Brasil ,em sua sede Nacional localizada na capital federal na Cidade do Rio de Janeiro.Os Primeiros Escoteiros da Modalidade do Ar os primeiros Escoteiros do Ar ,foram os filhos de todos os militares sediados no 5* Regimento de Aviação do Exército Brasileiro.Crescimento da Modalidade do Ar Em todo o Território Nacional os Escoteiros da Modalidade do Ar foram crescendo de tal forma o que foi necessário organizar a então "F.B.E.Ar "Federação Brasileira dos Escoteiros do Ar.O Escotismo da Modalidade do Ar ao longo do tempo em São Paulo-SP os escoteiros da Modalidade do Ar foram tão bem aceitos e apoiados ,pela Sociedade Paulista, pela Força Pública do Estado de São Paulo (hoje P.M.),Pela Antiga Guarda Civil do Estado de São Paulo bem como pela Força Aérea Brasileira,através do 4* Comando Aéreo Regional ,bem como pelo Parque de Material Aeronáutico de São Paulo –PAMA-SP Capítulo 11 Período de Ouro do Escotismo da Modalidade do Ar Em 25 de Janeiro de 1945, foi fundado à Associação de Escoteiros do Ar "" Bartholomeu de Gusmão "" com sede a avenida General Ataliba Leonel ,1.337 nos baixos da capela de imaculada conceição no bairro do Carandiru São Paulo-SP Nésta época foram criados diversas Associações de Escoteiros do Ar em todo o Estado de São Paulo e no Brasil Fanfarras & Bandas As fanfarras e bandas musicais eram cada vez mais numerosas em todas as associações de escoteiros da modalidade do ar ,havia até torneios (A melhor Fanfarra e/ou Banda ) entre as Associações Escoteiras da Modalidade do Ar. Desfiles Cívicos Em todos os anos e em todas as datas cívicas de cunho patriótico tais como: Independência do Brasil,Proclamação da República,Dia do Soldado,etc...Os Escoteiros do Ar a exemplo dos demais Escoteiros de Outras Modalidades Desfilavam juntamente com as Forças Amardas em principal nos baixos do viaduto de chá na cidade de São Paulo, e os cordões de isolamentos eram organizados por outros Escoteiros sempre ajudando a Policia.Quando havia as Pregações em Louvor durante a Quaresma e nas Sextas Feiras Santas ,cabia também aos Escoteiros do Ar /Mar e Terra, dirigirem o trânsito Local (nota-se que no tempo todos os Escoteiros eram acatados por todos os motoristas ) a Força Pública do Estado de São Paulo e a Guarda Civil do Estado de São Paulo ., oferecia toda a retaguarda policiadora aos Escoteiros .Realmente eram tempos maravilhosos onde todos nós ainda meninos sentíamos muito orgulho em ser Escoteiros do Ar.Nas Atividades e Campanhas de Utilidade Públicas, lá estavam os Escoteiros do Ar sempre colaborando com as autoridades e o povo de forma geral.Os Grupos Escolares Na tempo não havia (Escola Estadual e nem Municipal) ,havia sim Grupos Escolares assim Ex: Grupo Escolar Buenos Aires. ficava localizado a Rua Olavo Egidio ,ao Lado do Rio do Carandiru ,proximamente a linha da Estrada de Ferro da Cantareira. Diversas Associações de Escoteiros do Ar/Mar e Terra tinha sede de Atividades em Grupos Escolares .As Igrejas Católicas existia uma Associação de Escoteiros do Ar,os senhores padres ,confiavam nos Escoteiros do Ar , Em muitas as vezes os meninos Escoteiros participavam das cerimônias religiosas seja no coral de meninos ou como Coroinhas na celebração das missas Capítulo 12 Durante o período em que o Escotismo da Modalidade do Ar esteve se consolidando o nosso chefe Janeiro ., sempre esteve como Comissário Técnico Estadual da ""F.B.E.Ar"" Federação Brasileira dos Escoteiros do Ar ., porem sempre que o chefe Janeiro ,tinha algum período disponível ele se dedicava ,todos os meses ele visitava as Associações Escoteiros do Ar do Estado de São Paulo.Sempre Que possível o Nosso Querido Irmão e Amigo Chefe Janeiro participava ativamente das Reuniões escoteiras de diversas Associações de Escoteiros do Ar.O Nosso Querido Chefe Jayme Janeiro Rodrigues, sempre teve um espírito jovial por mais idade que ele estava somando através dos tempos ,ele tinha espírito mais jovem .,o chefe Janeiro,era amigo e irmão de todos e amava o Escotismo. Baden-Powell O Chefe Janeiro ,sempre dizia para todos os chefes ,em especial os da modalidade do ar ,que o Escotismo era único sem Pátria com uma única Bandeira à Bandeira da Paz ,da irmandade e da fraternidade mundial dos Escoteiros ,ele acreditava ,que para ser um homem de bem ,generoso e leal , os jovens deveriam ser Escoteiros pois no Escotismo as crianças e adolescentes ,tinha muitas vezes a Educação e a Formação educacional ,que muitas vezes não tinha dentro do seio familiar. O Chefe Janeiro ,fazia questão em dizer a todos os chefes ""lembro-voz sempre que o Escotismo do Ar é tão somente uma Modalidade ,pois o escotismo é único e um só"", sempre que pudermos devemos antes de mais nada realizar os cursos Básicos da UEB.,pois o escoteiro deve aprender a História do Escotismo ,bem como saber os deveres de um Escoteiro exemplar.,Após a fase de noviço e a realização da Promessa Escoteira e quando o jovem já tiver terminado ou estiver terminando as provas de 2*Classe Básica,então sim entramos com os ensinamentos técnicos da modalidade do ar.partindo sempre da 2* Classe ,ex: Escoteiro de 2* Classe Básica ,também estaria fazendo as provas de 2* classe do Ar ""Brevet do Ar -Metálico Dourado""e assim por diante.Os Ajuris da Modalidade do Ar O Primeiro Ajuri Nacional da Modalidade do Ar foi Organizado e constítuido pelo chefe Janeiro e demais chefes da Modalidade do Ar e Autoridades da Aeronáutica ,foi realizado em Julho de 1963 na Base Aérea de Santos - lá em Vicente de Carvalho no Guarujá-SP,contou com mais de 400 Escoteiros de varias idades e Aproximadamente 120 Chefes e Assistentes.,foram maravilhosos dias passados que ainda esta em nossas lembranças.O Segundo Ajuri Nacional da Modalidade do Ar , Foi Organizado e Constituido pelo chefe Janeiro Através da UEB e Autoridades da Aeronáutica ,Foi Realizado na Base Aérea de Cumbica em Outubro de 1978, tal Ajuri contou com a participação de aproximadamente 300 Escoteiros e Aproximadamente 75 Chefes e Assistentes., ainda temos guardados lembranças inesquecível de tal Atividade.O Terceiro Ajuri Nacional da Modalidade do Ar ,Foi Organizado e Constituido pelo Chefe Arnaldo Ribeiro C,Lima Através do Grupo Escoteiro do Ar Salgado Filho,e a Direção Nacional em Brasília DF , cujo o Chefe de Campo foi o Chefe Janeiro, houve a colaboração da Aeronáutica e do Exército na estruturação .Estiveram presentes cerca de 250 Escoteiros e 70 Chefes e Assistentes de Diversos Estados do Brasil.O terceiro Ajuri Nacional da Modalidade do Ar foi realizado em Outubro de 1980 - No Parque Nacional -em Brasília DF.Durante a Realização de cada Ajuri Nacional ,era realizado após o Silencio Geral às chamadas Reuniões de todos os chefes da modalidade do Ar estando na presidência sempre o Nosso Lendário Chefe Janeiro ,que alem de fazer comentários sobre o Ajuri também se colocava a disposição dos chefes para esclarecer diversos assuntos..,Foi em 1* de Novembro de 1987 d.c. ,que o senhor chefe " Jayme Janeiro Rodrigues " nos deixou aqui na terra para cumprir o chamamento de DEUS PAI ETERNO O CRIADOR., desta forma não houve oportunidade de nos despedir ,dizer o nosso ADEUS ao nobre e querido amigo irmão e chefe.Rogamos sempre à DEUS PAI que dê o descanso eterno e o sono dos justos ao nosso irmão Chefe .,Jayme Janeiro Rodrigues. Eu .,William Saghi Chahud., Autor deste compêndio histórico ,informo a quem possa interessar que os dados aqui declinados foram todos extraídos de Jornais ,Boletins Informativos bem como de fatos vivenciados e conhecidos na convivência entre o Chefe Janeiro e o Chefe William.Termino da elaboração do Compêndio Histórico ,em Novembro de 2006 d.c. - Centenário de Nascimento do Notável Amigo e Irmão Chefe.,Jayme Janeiro Rodrigues.- São Paulo 28 de Abril de 2015 d.c.