sábado, 29 de junho de 2013

02 DE JULHO COMEMORA-SE O DIA DOS BOMBEIROS DO BRASIL

No dia 2 de julho de 1856, foi assinado por D.Pedro II, o decreto nr. 1.775, que regulamentava pela primeira vez o serviço de extinção de incêndios no Brasil. Nesta época, ao som do badalar dos sinos, os incêndios eram apagados "mão-a-mão", ou seja, era feita uma corrente de pessoas, ficando a primeira na beira de um poço enchendo os baldes de água e as demais, passando adiante. Neste trabalho, eram engajadas todas as pessoas, velhos, moços e até crianças. Os primeiros 10 bombeiros foram treinados a trabalhar precariamente, em um carro puxado por cavalos onde carregavam as pipas d"agua. Somente em 1887 é que os bombeiros passaram a receber equipamentos de boa qualidade, entre eles uma bomba com mangueira. Já em 1891, houve um aumento considerável no efetivo de homens, e até 50 aparelhos telefônicos foram instalados para facilitar e agilizar o serviço. Além da cavalaria, foram também adquiridas seis bicicletas para fazer a ronda. Nesta época, utilizavam-se cornetas para fazer os alarmes.

terça-feira, 11 de junho de 2013

12 DE JUNHO COMEMORAMOS O DIA DOS NAMORADOS NO BRASIL

Se você quer ser minha namorada Ai, que linda namorada Você poderia ser Se quiser ser somente minha Exactamente essa coisinha Essa coisa toda minha Que ninguém mais pode ser Você tem que me fazer um juramento De só ter um pensamento Ser só minha até morrer E também de não perder esse jeitinho De falar devagarzinho Essas histórias de você E de repente me fazer muito carinho E chorar bem de mansinho Sem ninguém saber porquê E se mais do que minha namorada Você quer ser minha amada Minha amada, mas amada pra valer Aquela amada pelo amor predestinada Sem a qual a vida é nada Sem a qual se quer morrer Você tem que vir comigo Em meu caminho E talvez o meu caminho Seja triste pra você Os seus olhos têm que ser só dos meus olhos E os seus braços o meu ninho No silêncio de depois E você tem que ser a estrela derradeira Minha amiga e companheira No infinito de nós dois. Vinícius de Moraes ----------------- If you want to be my girlfriend Oh, what a beautiful girlfriend You could be If you want to be my only Exactly this thing This whole thing my That no one can be You've got to take an oath Only having a thought Being only my to death And also do not lose that knack To speak slowly These stories you And suddenly I do a lot of affection And well cry softly Without anyone knowing why And if more than my girlfriend You want to be my lover My beloved, but loved for real That beloved by love predestined Without which life is nothing Without which one wants to die You have to come with me On my way And maybe my way Be sad for you Your eyes have to be just my eyes And his arms my nest In the silence after And you have to be the ultimate star My friend and companion At infinity of us. Vinicius de Moraes

domingo, 9 de junho de 2013

11 DE JUNHO BATALHA NAVAL DO RIACHUELO 148 ANOS

11 de junho comemora-se o dia da VITÓRIA DA BATALHA NAVAL DO RIACHUELO A Guerra do Paraguay X Brasil, Argentina e Uruguai,ocorrida no período de 1864 à 1870 sob o comando do Almirante BARROSO a esquadra da marinha do brasil travou combate exatamente no dia 11 de Junho de 1865 contra a marinha do Paraguay do imperador Solano Lopez. O Almirante Barroso conquistou a Vitória da Batalha e da Guerra por consequência ao Brasil 1865 X 2013 = 148 Anos de Glórias A Amazonas tendo descido o rio e completado a volta investe águas acima e, por ordens de Barroso, joga a proa contra o casco o Jejuí e o põe ao fundo, a seguir joga a proa contra uma das Chatas paraguaias e a afunda. Livre da abordagem a Parnaíba iça novamente a bandeira brasileira. A fragata Amazonas avistando o Salto parado repetiu a manobra afundando-o, a manobra se repete mais uma vez contra o Marques de Olinda que atingido pela proa da Amazonas desce o rio desgovernado para encalhar mais abaixo. A esquadra paraguaia perde 4 embarcações e 4 chatas, o restante surpreendido pela manobra foge em retirada rio acima perseguida pela Beberibe e pela Araguari que os fustiga com os seus canhões até se distanciarem. Às 17h 30m a batalha está terminada com clara vitória da esquadra comandada por Barroso. A vitória foi decisiva para a Tríplice Aliança , que passou a controlar, a partir de então, os rios da bacia platina até à fronteira com o Paraguai, garantindo todo o apoio logistico às forças de terra e bloqueando qualquer ajuda ou contato de López com o exterior