sábado, 6 de julho de 2013

( DE JULHO COMEMORA-SE 81 ANOS DA REVOLUÇÃO CONSTITUCIONALISTA DE 1932

A exaltação popular chegou ao máximo no dia 9 de julho, quando explodiu a luta armada em prol da Constituição. A Faculdade de Direito de São Paulo, no Largo São Francisco, foi transformada em primeiro posto de alistamento de voluntários para as frentes de combate. Formaram-se batalhões. A preparação militar foi rápida e improvisada para esses voluntários. No dia 12 de julho iniciaram-se as operações militares. Formaram-se diversas frentes de batalha nas divisas com o Rio de Janeiro, Minas Gerais, Paraná e também no Litoral. A organização e a capacidade do povo paulista foram postas à prova. Tropas foram enviadas para os frontes em todo o Estado. Mas os soldados federais eram mais numerosos e bem equipadas. Aviões foram usados para bombardear cidades do Interior paulista. Os 35 mil homens de São Paulo enfrentam um contingente de 100 mil soldados. Os revoltosos esperavam a adesão de outros estados, o que não aconteceu. São Paulo contava com o apoio dos militares de Minas Gerais, Rio Grande do Sul e Mato Grosso. Mas somente Mato Grosso manteve-se leal a São Paulo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui registrado seu comentário:

23 de Outubro Comemora-se o Dia do Aviador(ra) Brasileiro (ra)

Hino dos Aviadores Brasileiros Letra: Cap Armando Serra de Menezes Música: Cap João Nascimento &qu...