quinta-feira, 20 de julho de 2017

144 Anos do Nascimento de ALBERTO SANTOS DUMONT Inventor do Avião no Brasil e no Mundo


20 DE JULHO COMEMORAMOS OS 144 ANOS DE NASCIMENTO DO PAI DA AVIAÇÃO BRASILEIRA E MUNDIAL " ALBERTO SANTOS DUMONT " PATRONO DA FORÇA AÉRA BRASILEIRA Alberto Santos Dumont, nascido em Palmira – MG (hoje Santos Dumont – MG), a 20 de julho de 1873, foi um engenheiro – apesar de não ter tido formação acadêmica nessa área – e pioneiro da aviação. Herdeiro de uma família de cafeicultores prósperos, interessava-se pela engenharia e logo adolescente pôde pilotar as locomotivas da fazenda de seu pai, devidamente autorizado. Também ajudava na manutenção das máquinas de café e da máquina de costura de sua mãe. Analisando o funcionamento das máquinas a vapor, das engrenagens e a transmissão das polias, aprendeu a lidar com equipamentos mecânicos. Seus avós paternos eram franceses e ele pôde se dedicar aos estudos da ciência e da mecânica vivendo em Paris. Ao contrário de outros aeronautas da época, deixava suas pesquisas como domínio público e sem registrar patentes. Ele foi o primeiro a decolar a bordo de um avião, impulsionado por um motor aeronáutico, apesar de alguns países considerarem os Irmãos Wright como os inventores do avião, por uma decolagem ocorrida em 17 de dezembro de 1903. Santos Dumont foi o primeiro a cumprir um circuito pré-estabelecido sob testemunho oficial de especialistas, jornalistas e da população parisiense. Em 23 de outubro de 1906, voou cerca de 60 metros e a uma altura de 2 a 3 metros com seu 14 Bis, no Campo de Bagatelle em Paris. Menos de um mês depois, repetiu o feito e, diante de uma multidão de testemunhas, percorreu 220 metros a uma altura de 6 metros.

144 Anos do Nascimento de ALBERTO SANTOS DUMONT o Pai da Aviação Brasileira e Mundial


sábado, 1 de julho de 2017

02 de Julho comemora-se o dia dos Bombeiros


A data foi decretada oficial no Brasil no ano de 2017, e hoje já somam cento e sessenta e um anos de existência. Os primeiros registros dos serviços do Corpo de Bombeiro no Brasil surgiram no ano de 1856, quando o imperador D. Pedro II assinou um decreto que caracterizava a diminuição dos incêndios. Antes da criação dessa corporação, as pessoas apagavam os incêndios contando com a ajuda de vizinhos e amigos, além de contar com a boa sorte de se encontrar água em abundância na localidade. As latas iam passando de mão em mão, até chegaram ao local do incêndio, de forma bem simples e arriscada, podendo causar maiores danos, em razão da falta de preparo das pessoas. Hino do Corpo de Bombeiros - São Paulo