domingo, 28 de junho de 2015

29 DE JUNHO COMEMORA-SE O DIA DE SÃO PEDRO !!


29 DE JUNHO COMEMORA-SE O DIA DE SÃO PEDRO São Pedro (1a.C-67) foi apóstolo de Cristo. É tido como o fundador da Igreja Cristã em Roma. É considerado pela Igreja Católica como seu primeiro papa. As principais fontes que relatam a vida de São Pedro são os quatro Evangelhos Canônicos, pertencentes ao novo testamento. Escritos originalmente em grego, em diferentes épocas, pelos discípulos Mateus, Marcos, João e Lucas, Pedro aparece com destaque em todas as narrativas evangélicas. São Pedro (1a.C-67) nasceu na Betsaida, na Galileia. Filho de Jonas e irmão do apóstolo André, seu nome de nascimento era Simão. Pescador, trabalhava com o irmão e o pai. Por indicação de João Batista, foi levado por seu irmão André, para conhecer Jesus Cristo. No primeiro encontro Jesus o chamou de Kepha, que em aramaico significava pedra, e traduzido para o grego Petros, determinando ser ele o apóstolo escolhido para liderar os primeiros pregadores da fé cristã pelo mundo. Nessa época de seu encontro com Cristo, Pedro morava em Cafarnaum, com a família de sua mulher. Pedro foi escolhido como o chefe da cristandade aqui na terra: "E eu te digo: Tu és pedra e sobre esta pedra edificarei a minha igreja, e as portas do inferno não prevalecerão contra ela. E eu te darei as chaves do reino dos céus; e tudo o que ligares sobre a terra, será ligado também nos céus". Convertido, despontou como líder dos doze apóstolos, foi o primeiro a perceber em Jesus o filho de Deus.

quinta-feira, 25 de junho de 2015

Formatura EAS 2011 - I COMAR - FAB (Desfile da Tropa)


Formatura EAS 2011 - I COMAR - FAB (Desfile da Tropa)

terça-feira, 9 de junho de 2015

Período de Guerra entre Argentina e a Grã Bretânha de 02 de Abril a 14 de Junho de 1982


Foi um conflito bem rápido entre Grã-Bretanha e Argentina, que quebraram o pau no começo dos anos 80 pelo controle de um pequeno arquipélago no Atlântico Sul, as ilhas Malvinas - conhecidas em inglês como Falklands. A Grã-Bretanha ocupa e administra as ilhas desde 1883, mas nossos hermanitos, cujo litoral fica só a 480 quilômetros do lugar, nunca aceitaram esse domínio. Aproveitando essa briga histórica, o ditador argentino Leopoldo Galtieri lançou uma invasão às ilhas em 1982. No dia 2 de abril daquele ano, as tropas argentinas tomaram a capital das Malvinas, Stanley. A invasão tinha razões políticas: como as coisas não iam bem dentro das fronteiras de nossos vizinhos - os ditadores eram acusados de má administração e de abuso dos direitos humanos -, o general Galtieri ocupou as Malvinas esperando unir a nação em um frenesi patriótico e, de quebra, limpar a barra do governo militar. Mas ele não contava que a Grã-Bretanha reagisse prontamente à invasão, enviando às Malvinas uma força-tarefa com 28 mil combatentes - quase três vezes o tamanho da tropa rival. E, ao contrário do que supunham os generais argentinos, os Estados Unidos não se mantiveram neutros, mas resolveram apoiar os britânicos, seus aliados na poderosa aliança militar da Otan (Organização do Tratado do Atlântico Norte). Fornecendo armas, os americanos deram uma forcinha decisiva aos súditos de Elizabeth II. Turbinados pelo apoio ianque, os britânicos bateram os argentinos em pouco mais de dois meses. Aos nossos vizinhos, restou voltar para casa e resolver os problemas internos. Com o fiasco nas Malvinas, o regime militar argentino afundou e foi substituído por um governo civil. Do outro lado do Atlântico, a primeira-ministra britânica Margaret Thacher aproveitou os louros da reconquista para conduzir seu Partido Conservador à vitória nas eleições daquele ano. Período de Guerra entre Argentina e a Grã Bretânha de 02 de Abril a 14 de Junho de 1982 Sinopse: 25 de maio de 1982, Guerra das Malvinas. Um HMS Coventry, um destroyer com mísseis teleguiados Tipo 42, está em operações com o HMS Broadsword. Sua tarefa é derrubar aviões argentinos.

domingo, 7 de junho de 2015

12 DE JUNHO COMEMORAMOS O DIA DOS NAMORADOS !!


Se você quer ser minha namorada Ai, que linda namorada Você poderia ser Se quiser ser somente minha Exatamente essa coisinha Essa coisa toda minha Que ninguém mais pode ser Você tem que me fazer um juramento De só ter um pensamento Ser só minha até morrer E também de não perder esse jeitinho De falar devagarzinho Essas histórias de você E de repente me fazer muito carinho E chorar bem de mansinho Sem ninguém saber porquê Porém, se mais do que minha namorada Você quer ser minha amada Minha amada, mas amada pra valer Aquela amada pelo amor predestinada Sem a qual a vida é nada Sem a qual se quer morrer Você tem que vir comigo Em meu caminho E talvez o meu caminho Seja triste pra você Os seus olhos têm que ser só dos meus olhos E os seus braços o meu ninho No silêncio de depois E você tem que ser a estrela derradeira Minha amiga e companheira No infinito de nós dois. Vinicius de Moraes

sábado, 6 de junho de 2015

ONU e BNDES assinam nova parceria para aumentar transparência de dados


O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) assinaram um memorando de entendimento para reforçar a gestão pública de recursos a estados e municípios, aprimorar a operação internacional do Fundo Amazônia e aperfeiçoar os mecanismos de transparência do banco, além de prever o compromisso do BNDES com ações relacionadas aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS). Em ato para o lançamento do canal BNDES Transparente, acessível por meio do portal do banco na internet, no Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC) em Brasília, na terça-feira 2, o ministro Armando Monteiro, o presidente do BNDES, Luciano Coutinho, e o representante residente do PNUD no Brasil, Jorge Chediek, assinaram o documento que garantirá a parceria entre PNUD e BNDES pelo período de 12 meses. “Teremos operações e contratos o mais possível publicizados”, afirmou o presidente do BNDES, Luciano Coutinho, ao comentar o BNDES Transparente, e complementou: “O PNUD é instituição líder no apoio à transparência em instituições”. O memorando de entendimento permitirá o desenvolvimento de projetos de cooperação também fora do Brasil, por intermédio do Fundo Amazônia, de maneira a favorecer o intercâmbio de conhecimento no âmbito da Cooperação Sul-Sul. O PNUD também poderá oferecer ao banco sua rede de escritórios, ferramentas e instrumentos de ação, como plataforma de apoio para uma eventual expansão da cooperação na região da América Latina e Caribe e nos continentes africano e asiático.

quinta-feira, 4 de junho de 2015

Mostra de cinema comemora Dia Mundial do Meio Ambiente em Brasília, nesta sexta-feira (05)


Como parte das atividades do Dia Mundial do Meio Ambiente, comemorado globalmente nesta sexta-feira, 5 de junho, o Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA) e o grupo ONU Verde organizam uma mostra de cinema no Cine Brasília (EQS 106/107). Na ocasião, o Ministério do Meio Ambiente fará o pré-lançamento do Circuito Tela Verde (CTV), iniciativa do Departamento de Educação Ambiental – DEA, da Secretaria de Articulação Institucional e Cidadania Ambiental – SAIC e da Secretaria do Audiovisual – SAv do Ministério da Cultura – MinC. O evento acontece às 18h30 e tem entrada franca. Na abertura, estarão presentes a representante do PNUMA no Brasil, Denise Hamú; a secretária de Articulação Institucional e Cidadania Ambiental do Ministério do Meio Ambiente (MMA), Regina Gualda; e o presidente do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), Cláudio Maretti. Depois da abertura, serão exibidos três curtas do CTV; após a exibição haverá um debate com especialistas da área da sustentabilidade. Ao final do evento, haverá sorteio de brindes e um coquetel. Será sorteado um “kit lazer” em Brasília, com um final de semana em um hotel histórico da cidade e uma hora de Stand Up Paddle no lago Paranoá. Desde o dia 1º de junho, o Cine Brasília é palco da Mostra de Cinema Dia Mundial do Meio Ambiente 2015 que exibe longas e curtas-metragens a respeito do Consumo Sustentável, tema do Dia Mundial deste ano. O objetivo é levar à população informações e conhecimento sobre o tema, estimulando hábitos mais conscientes de consumo. Meio ambiente X Consumo O Dia Mundial do Meio Ambiente é celebrado pela ONU todos os anos para divulgar mensagens sobre a questão ambiental e convocar pessoas, governos, empresas e instituições a participar. Este ano, o tema é o consumo sustentável. Com o slogan “Sete bilhões de sonhos. Um planeta. Consuma com moderação”, o PNUMA convida a todos a repensar seus estilos de vida e escolhas de consumo, para que juntos possamos diminuir o impacto coletivo da humanidade sobre os recursos naturais. De acordo com o Painel Internacional de Pesquisa do PNUMA, se não mudarmos nossos atuais padrões de consumo, em 2050 serão necessários três planetas Terra para suprir nossa demanda por recursos naturais. E o que significa ‘precisarmos de 3 planetas Terra’? Significa que o planeta demoraria 3 anos para regenerar os recursos que usamos em um ano. Hoje, a humanidade devora mais de 46 bilhões de toneladas de minerais, combustíveis fósseis e biomassa por ano. Em 2050, se nosso apetite por consumo permanecer o mesmo, estaremos demandando três vezes esse volume. Serviço:

quarta-feira, 3 de junho de 2015

Significado da Festa de Corpus Christi, celebrada nesta Quinta


Corpus Christi é uma expressão oriunda do latim que significa “Corpo de Cristo”. É considerada uma das festas mais importantes para a Igreja Católica, pois celebra o mistério da eucaristia, ou seja, o sacramento do sangue e corpo de Jesus Cristo. Nesta quinta-feira, 04, a Igreja Católica, em todo o mundo, comemora o dia de Corpus Christi. Nome que vem do latim e significa “Corpo de Cristo”. A festa de Corpus Christi tem por objetivo celebrar solenemente o mistério da Eucaristia – o Sacramento do Corpo e do Sangue de Jesus Cristo. Acontece sempre em uma quinta-feira, em alusão à Quinta-feira Santa, quando se deu a instituição deste sacramento. Durante a última ceia de Jesus com seus apóstolos, Ele mandou que celebrassem Sua lembrança comendo o pão e bebendo o vinho que se transformariam em seu Corpo e Sangue. "O que come a minha carne e bebe o meu sangue, tem a vida eterna e, eu o ressuscitarei no último dia. Porque a minha carne é verdadeiramente comida e o meu sangue é verdadeiramente bebida. O que come a minha carne e bebe o meu sangue permanece em mim e eu nele. O que come deste pão viverá eternamente" (Jo 6, 55 – 59). Através da Eucaristia, Jesus nos mostra que está presente ao nosso lado, e se faz alimento para nos dar força para continuar. Jesus nos comunica seu amor e se entrega por nós. Origem da Celebração A celebração teve origem em 1243, em Liège, na Bélgica, no século XIII, quando a freira Juliana de Cornion teria tido visões de Cristo demonstrando-lhe desejo de que o mistério da Eucaristia fosse celebrado com destaque. Em 1264, o Papa Urbano IV através da Bula Papal "Trasnsiturus de hoc mundo", estendeu a festa para toda a Igreja, pedindo a São Tomás de Aquino que preparasse as leituras e textos litúrgicos que, até hoje, são usados durante a celebração. Compôs o hino “Lauda Sion Salvatorem” (Louva, ó Sião, o Salvador), ainda hoje usado e cantado nas liturgias do dia pelos mais de 400 mil sacerdotes nos cinco continentes. A procissão com a Hóstia consagrada conduzida em um ostensório é datada de 1274. Foi na época barroca, contudo, que ela se tornou um grande cortejo de ação de graças. No Brasil No Brasil, a festa passou a integrar o calendário religioso de Brasília, em 1961, quando uma pequena procissão saiu da Igreja de madeira de Santo Antônio e seguiu até a Igrejinha de Nossa Senhora de Fátima. A tradição de enfeitar as ruas surgiu em Ouro Preto, cidade histórica do interior de Minas Gerais. A celebração de Corpus Christi consta de uma missa, procissão e adoração ao Santíssimo Sacramento. A procissão lembra a caminhada do povo de Deus, que é peregrino, em busca da Terra Prometida. No Antigo Testamento esse povo foi alimentado com maná, no deserto. Hoje, ele é alimentado com o próprio Corpo de Cristo. Durante a Missa o celebrante consagra duas hóstias: uma é consumida e a outra, apresentada aos fiéis para adoração. Essa hóstia permanece no meio da comunidade, como sinal da presença de Cristo vivo no coração de sua Igreja.

terça-feira, 2 de junho de 2015

5 DE JUNHO DIA MUNDIAL DO MEIO AMBIENTE

Criação do Dia Mundial do Meio Ambiente O Dia Mundial do Meio Ambiente é comemorado todo dia 5 de junho de cada ano. Esta data foi estabelecida pela Assembleia Geral das Nações Unidas em 15 de dezembro de 1972, durante a Conferência de Estocolmo, que tratou do tema Ambiente. Foi durante esta conferência que foi aprovada também o Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente. Objetivos A criação desta data teve como objetivo principal a conscientização da população mundial sobre os temas ambientais, principalmente, aqueles que dizem respeito à preservação. Desta forma, a ONU procurou ampliar a atuação política e social voltada para os temas ambientais. Era intensão da ONU também, transformar as pessoas em agentes ativos da preservação e valorização do meio ambiente. Importância e comemoração Nesta data, ocorrem diversos eventos no mundo todo. Palestras, campanhas educativas, documentários e eventos são realizados, em vários locais, com o propósito de despertar as pessoas para esta importante questão mundial. Em muito países ocorrem acordos ambientais e definição de políticas voltadas para a proteção do meio ambiente. Esta data é muito importante nas escolas, pois os alunos, em estágio de formação, podem desenvolver uma consciência ambiental que é fundamental para o futuro do

24 DE MAIO DIA DA INFANTARIA

24 DE MAIO DIA DA INFANTARIA

24 DE MAIO DIA DA INFANTARIA NO BRASIL E NO MUNDO No longínquo 24 de maio de 1810, duzentos anos atrás, nascia Antônio de Sampaio. Num outro 24 de maio, 56 anos mais tarde, o mesmo Sampaio, Brigadeiro, no Comando da Divisão Encouraçada, em franco combate, receberia os três ferimentos graves que lhe tiraram a vida. Era 24 de maio! Eis a efeméride consagrada como legenda eterna para a Infantaria Brasileira. Antônio de Sampaio, filho de sertanejos simples, nasceu na Fazenda Vitor, povoado de Tamboril, Capitania do Ceará-Grande. Aos 20 anos, assentou praça como voluntário no 22º Batalhão de Caçadores, sediado na atual cidade de Fortaleza. Seu batismo de fogo não tardaria. Em 1832, no que ficou conhecido como Encontro de Icó, lutou contra a rebelião que se opunha à abdicação de D. Pedro I. Sampaio combateu no Pará, na Cabanada; no Maranhão, na Balaiada; no Rio Grande do Sul, na Guerra dos Farrapos; e em Pernambuco, na Revolução Praieira. Em todas essas ocasiões, com extraordinária atuação. Em 1852, o então Major Sampaio tomou parte na gloriosa campanha de Monte Caseros. Em 1861, já coronel, assumiu a 5ª Brigada, comandando-a nas campanhas do Prata. Em 1865, ascendeu ao posto de Brigadeiro, por merecimento, como foram todas as suas promoções, em reconhecimento às demonstrações de bravura, coragem e engenhosidade. Mas foi na Campanha da Tríplice Aliança que o sertanejo de Tamboril cobriu-se definitivamente de glória. Em 1866, Sampaio rumou para o teatro de operações. À frente da Divisão Encouraçada, combateu nas operações de transposição do Rio Paraná e nas batalhas da Confluência e do Estero Bellaco. Na marcha para Tuiuti, coube-lhe o comando da vanguarda. Na véspera da batalha, conduziu o perigoso reconhecimento na Linha Negra, de onde vieram preciosas informações de combate e grande número de prisioneiros. Tuiuti foi a maior batalha campal da história da América do Sul. Com manobras ousadas e engenhosas do Comandante e graças à tenacidade e valentia dos combatentes sob seu comando, a Encouraçada derrogara o ataque inimigo. Tuiuti estava vencida antes do cair da tarde. Em suma, nos tumultuados dias da Regência e nos primeiros anos do II Império, Sampaio participou das campanhas contra as revoltas internas e os inimigos externos, destacando-se pela bravura e pela liderança em combate. No comando de sucessivos escalões, transformou-se num condutor de homens, conhecedor profundo do terreno e mestre em adestrar, empregar e conduzir tropas de Infantaria. Recebeu de D. Pedro II seis condecorações, entre 1852 e 1865, em reconhecimento aos excelentes serviços prestados à Nação, na paz e na guerra. A história registra que Sampaio recebeu três ferimentos no dia do seu aniversário. O primeiro, por granada, comprometeu-lhe a coxa direita; os outros dois foram nas costas. Em consequência desses ferimentos, faleceu em 06 de julho de 1866 a bordo do navio-hospital que o transportava para Buenos Aires. Homem com pureza de propósitos e sentimento patriótico radicado em seu coração, o Brigadeiro dedicou-se inteiramente ao ofício militar. Exemplo da noção de denodo, foi consagrado Patrono da Arma de Infantaria do Exército Brasileiro em 1962, por meio de decreto presidencial. Em 1969, os restos mortais do insigne Patrono foram transladados para o Cemitério São João Batista, em Fortaleza, e, desde 24 de maio de 1996, repousam no mausoléu erigido em sua homenagem no Quartel-General do Comando da 10ª Região Militar, na capital cearense. Sampaio legou, com o sangue de seus três ferimentos, um ideário de liderança, coragem e patriotismo. Eternizou-se na História do Exército Brasileiro como o mais distinto dos Infantes. https://youtu.be/eQfKtLug-go

23 DE MAIO DIA DA JUVENTUDE CONSTITUCIONALISTA DE 1932 MMDC

23 DE MAIO DIA DA JUVENTUDE CONSTITUCIONALISTA

23 DE MAIO DIA DA JUVENTUDE CONSTITUCIONALISTA ( MMDC ) O dia 23 de maio é uma data muito importante para a democracia brasileira. Em 1932, quatro estudantes paulistas - Martins, Miragaia, Dráusio e Camargo - foram mortos nessa data, num confronto com a polícia, quando se manifestavam contra a ditadura de Getúlio Vargas. A morte dos quatro estudantes foi o estopim da revolta paulista contra o governo e a favor de uma Constituição. As iniciais dos nomes dos quatro estudantes, MMDC, passaram a ser o símbolo da revolta de São Paulo, que eclodiu no dia 9 de julho e passou para a história com o nome de Revolução Constitucionalista de 1932. Essa revolução foi uma espécie de revide dos grupos que tinham sido derrotados pela Revolução de 1930. Esses grupos, ligados ao Partido Republicano Paulista (PRP), defendiam a instalação imediata da Assembléia Constituinte e acusavam Getúlio Vargas de retardar a elaboração da nova Constituição do país, almejando recuperar o poder que haviam perdido com a vitória política de Vargas. O movimento MMDC mobilizou cerca de cem mil homens; a maioria era representante da classe média. Os paulistas se organizaram em frentes de combate e se posicionaram nas divisas de São Paulo com Minas Gerais, com o Paraná e no vale do Paraíba. Aguardaram em vão o apoio de outros estados. No dia 3 de outubro, as tropas paulistas se renderam diante da superioridade das forças federais. Em São Paulo, foi construído um monumento em homenagem aos quatro estudantes. Trata-se do obelisco do Ibirapuera, projetado por Oscar Niemeyer, que serve de mausoléu para seus corpos. Pode ser avistado da avenida vinte e três de Maio, que recebeu esse nome como parte da homenagem aos heróis de 1932. O dia 23 de maio foi fundamental para os revolucionários, porque o povo saiu às ruas, para lutar pela Constituição; por isso, nele se comemora o Dia da Juventude Constitucionalista. Nesse dia, recordam-se não só a participação dos jovens no movimento, como também os quatro estudantes vitimados pelos repressores. Em São Paulo, em 9 de julho, MMDC são especialmente honrados no Dia do Soldado Constitucionalista, festa que ocorre só nesse estado.

British Army musicians flashmob 'Colonel Bogey', at Capitol Shopping Centre, Cardiff, 5 Oct 2013