terça-feira, 7 de dezembro de 2010

BOAS FESTAS E FELIZ ANO NOVO 2011












"Paz"
________________°União°
_______________°Alegrias°
______________°Esperanças°
_____________°Amor°Sucesso°
____________°Realizações°Luz°
___________°Respeito°harmonia°
__________°Saúde°solidariedade°
_________°Felicidade°-°Humildade°
________°Confraternização-°Pureza°
_______°Amizade°Sabedoria°Perdão°
______°Igualdade°Liberdade°Boa sorte°
_____°Sinceridade-°Estima-°Fraternidade°
____°Equilíbrio-°Dignidade-°-Benevolência


Olá querídas (os) Amigas(os)
Desejo a todos votos sinceros de Paz e Amorneste Natal
e Ano Novo 2011.
Felicidades a Todas(os)





É com prazer que te cumprimento esperando que esta te encontre gozando de ótima saúde juntos de vossos entes amados e muito querídos.
Estou te enviando a minha mensagem sincera e de amizade referente ao Natal/10 e ao ano Novo /11, espero que goste!!.
FELIZ NATAL
O que será Senhor,Neste Natal,armar uma árvore dentro do meu coração e nela pendurar em vez de presentes ,os nomes de todos os meus amigos,os antigos e os mais recentes.
Os que vejo cada dia e os que raramente encontro, os sempre lembrados e os que as vezes ficam esquecidos no corre corre da vida de hoje.
Os das horas deficeis e os das horas alegres,os que sem querer ,eu magoei,ou,sem querer me magoaram ,aqueles a quem conheço profundamente e aqueles de quem não me são conhecidas a não ser as aparencias.
Os que pouco me devem aqueles a quem muito devo ,meus amigos humildes e meus amigos ""importântes"".
Os nomes de todos os que já passaram pela minha vida.
Uma árvore de raízes muito profundas para que seus nomes nunca mais sejam arrancados do meu coração,de ramos muitos extensos para que novos nomes vindos de outras parte,venham juntar-se aos já existentes .
De sombras muito agradáveis para que nossa amizade seja um revigorar de forças nas batalhas da vida, e que no compromisso de fidelidade possamos ir descobrindo um compromisso de vida com todos os nossos irmãos(ãs).
Que JESUS CRISTO , o meigo aniversáriante dessa linda festa "" o NATAL "" derrame, do seu presépio de amor, muita luz,paz e saúde sobre todos(as) e muitos motivos de alegrias e realizações durante todo o ano de 2011.d.c.
São Paulo,Dezembro de 2010 D.C.
São os sinceros e honestos desejos do amigo de hoje e sempre
Boas Festas e Próspero Ano Novo!!
Prof. William e Família!!

- profwilliam@live.com -

CHEFE KAMIJI FALECEU " NOSSA SAUDADE ETERNA"






CHEFE YOSHIMASA KAMIJI
Chefe Yoshimasa Kamiji .,Faleceu em 11 de Novembro de 2010 no bairro de Pirituba SP. Foi sepultado no dia 12.de novembro de 2010 do Cemitério de Perus São Paulo SP.
No dia 19 de Novembro houve a missa de 7 setemo dia na Paróquia São Luiz Gonzaga à Pça: Pedro Fulco Morvidi s/n Pirituba SP
Estiveram presentes os Famíliares Senhora Dona Yaeko Kamiji Filhos e Nétos e demais parentes e Amigos e Antigos Chefes Escoteiros do Ar/Basicos.
Chefe Kamiji Nasceu no interior de São Paulo veio para cidade de São paulo já um homem adulto e aqui se casou e teve 4 filhos e muitos netos.
Foi durante 50 anos Escoteiro e Chefe Escoteiro do Ar da associação de escoteiros do Ar BARTOLOMEU DE GUSMÃO ,lá no Carandiru São Paulo SP .
Nascido em 15 de Outubro de 1933 -estava com 77 anos completos
Ficou a nossa saudade e o nosso eterno carínho e nossa eterna gratidão pelos insignes e elevados feitos em prol do movimento Escoteiro e da modalidade do Ar.
Descance em Paz junto de nosso DEUS PAI ,e que deus abençoe vossa alma eternamente.
Ao Querído amigo chefe Kamiji ,deixo aqui registrado o meu carínho eterno e minha saudade para todos os tempos.
Deixo também uma frase que cabe no momento.
“ AO MÉSTRE COM CARÍNHO,a nossa eterna gratidão e o nosso eterno Apreço!!
Chefe Kamiji éra um homem de muito bom caráter uma pessoa muito responsavel e extremamente integra.
com certeza a humanidade como um todo perdeu um grande homem,pai e amigo,uma pessoa que só fez o que havia de melhor ,sempre pensando nos outros sempre ajudando a todos ,foi um ótimo Marido e ótimo Pai e um ótimo e querído avo é claro foi um nobre e um cavalheiro irmão dos demais escoteiros e chefes de todos os tempos.
Sim mesmo eu que a muitos anos deixei o movimento escoteiro do Ar vou sentir a falta do meu Estimado e Querído Amigo e Irmão, chefe Yoshimasa Kamiji., conhecido no movimento do período da antiga FEDERÇÃO BRASILEIRA DE ESCOTEIROS DO AR "FBEAR" dos anos 50 e 60 como chefe Shenna.
Sim eu e todos que o conheceram um dia ,é claro alem da família vamos todos sim sentir a falta do nosso Querído Amigo e Chefe "Chefe Kamiji Fez História e certamente ficou guardado no meu cantinho de saudades!!
com carínho e ternura
William S.Chahud

quinta-feira, 21 de outubro de 2010

23 de Outubro -Dia do Aviador(ra) Brasileiro(ra)









Dia 23 de Outubro se comemora o Dia Mundial do Aviador.
No Brasil é comemorado todos os anos no dia 23 de Outubro o dia Nacional do Aviador(a)Brasileiro(a).
Ao nosso Notável e querído Patricio "ALBERTO SANTOS DUMONT" a nossa eterna gratidão pelo seu notável invento!!!!

15 de Outubro/10 Dia do Méstre










No dia 15 de Outubro ultimo foi lembrado o dia do Méstre no brasil e desejo aqui registrar a minha lembrança em homenagem e cumprimentar a todos(as) os Méstres(as) que ajudaram a fazer com que este homem que vos escreve à ser um homem educado,responsável culto e integro.
A Todos os declinados os meus mais elevados Respeitos e a minha eterna gratidão!

segunda-feira, 5 de julho de 2010

BANDEIRA DO ESTADO DE SÃO PAULO

Revolução de 1932 -78 anos passados!!

Paris-Belfort - 9 de JULHO /1932

ESTOURA A REVOLUÇÃO EM SÃO PAULO

09 de Julho. A capital do estado de São Paulo amanheceu hoje em estado de grande euforia. Os paulistas,depois de não atendidos seus pedidos de imediata constitucionalização do país ,resolveram pegar em armas para forçar o governo federal a aceitar sua reivindicação .
Apoiados pelo povo paulista,a elite dirigente e os chefes militares tomaram essa atitude drástica baseados em vários motivos: as constantes interferências de “tenentes” na politica interna de São Paulo,a negativa do governo federal em dotar São Paulo de um governador civil e paulista ,e os constanteschoques armados entre a mocidade paulista e os representantes do governo federal – um deles acabou vitimado em 23 de maio o estudante Martins,Miragaia,Dráusio e Camargo,dando origem à associação popular MMDC.
Em comunicado assinado por Francisco Morato,general IsidoroDias Lopes,general Bertoldo Klinger e Pedro de Toledo ,a Junta Revolucionária declarou estado de guerra contra o governo provisório de Getúlio Vargas. As operações militares estão em andamento ,com o apoio das forças federais acantonadas nos quartéis de Quitaúna. Os comandantes militares acreditamque terão o controle do Estado ainda hoje. A Juventude paulista já faz filas nos postos de alistamento.

São Paulo – rende-se ao governo Vargas.
02 de Outubro. O governador de São Paulo,Pedro de Toledo,comunicou ao povo paulista que renunciou ao cargo,assumindo a derrota do movimento revolucionário constitucionalista, iniciado em 9 de Julho .Pedro de Toledo afirmou que o movimento não foi derrotado em sua idéia central,que “há de expandir-se,certamente ,por não ser possível que um povo como o nosso persista”. A evidente superioridade numérica e militar das tropas legalistas do governo federal não permitiu a vitória paulista. A derrota começou a ficar clara quando São Paulo não recebeu os prometidos reforços militares de Minas Gerais e do Rio Grande do Sul.


9 de Julho de 2010 d.c. = 78 anos Passados. "" 1932 x 2010 78 anos ""

A Lembrança faz com que sejamos cada vez mais críticos em nossas observações.

Autor Responsável:
Prof.William Chahud

sexta-feira, 16 de abril de 2010

MENINOS DO LAR - NO AJURI NACIONAL

AJURI NACIONAL
Dentro do velho título trato de assunto do momento .É que,após 15 anos da realização do primeiro Ajuri dos Escoteitros do Ar,na vizinha cidade de Guarujá (Base Aérea de Santos ) este ano a U.E.B. Realizou o segundo do território nacional ,próximo à Base Aérea de Cumbica,lá estiveram acampados durante três dias sob a direção geral do comissário técnico ,que outro não é senão quem esta escreve.,os escoteiros do Ar de São Paulo,Santos,São Vicente,Guanabara,Belo Horizonte,Brasilia,Santa Catarina,São José dos campos,e de Curitiba,berço do escotismo do Ar.
Foi sem dúvida uma grande concentração;como chefe de campo tivemos o Prof.Verdussem ,chefe de fogo de conselho,Adelk Piston. A primeira prova teve como vencedora a patrulha da Águia do Grupo Anchieta sediada aqui na zona norte de São Paulo,sob a direção do chefe ANTONIO DE PAULA,na prova de aeromodelismo venceu a patrulha da guanabara.,nos jogos a patrulha da Bartolomeu de Gusmão ,e também na disciplina venceu a pequenina patrulha da B.G. dos meninos Orfãos da Maçonaria.
A direção da CUPLA esteve sob a responsabilidade do chefe Comissário Regional Dr' Pedreschi,Major Ruy Barbosa e chefe Ernesito de Mello da programação constou um vôo que alegreu muitos meninos que nunca antes havia voado ,tudo sobe direção do chefe Jurandir. A visita ao museu na Aeronáutica no ibirapuera também foi outra grande alegria da garotada,pois puderam entre outras coisas conhecer de perto a história do raid do “JAHU” que teve .entre seus lendários heróis ,o mecânico VASCO CINQUINI ,filho de zona norte e de que tantas vezes já escrevi.
Os Escoteiros assistiram aos festejos da semana da Asa na Base Aérea de São Paulo,vibraram com a Esquadrilha da Fumaça ,com o salto em paraquedas ,provas de aeromodelismo durante os jogos foram visitados pelo Major Brigadeiro Clóvis Pavan,Comandante do IV COMAER,sendo que a sua chegada ,as patrulhas ficaram em forma ,todos dando o grito da patrulha .
Foi oferecido a Esposa do Major Brigadeiro Pavan,por intermedio de cada um dos monitores ,uma lembrança indicativa dos estados ou cidades que representavam.
No momento em que ,como chefe de grupo apresentamos a Patrulha de Órfãos do Grupo B.G.da Maçonaria (Lar da Criança Feliz)ao invés de uma lembrança foi feito um convite ,através do monitor para que à esposa do Major Brigadeiro Pavan lhes fizessem uma visita , o que foi aceito ,de maneira carínhosa ,pela ilustre Dama ,que beijou sensibilizada os Escoteiros do Lar.
E o que vale salientar é que no dia seguinte ,após serem entregues os escoteiros à diretoria daquele educandário ,quando nos dirigimos ao monitor ,indagando se havia feita limpeza no material usado no acampamento ,dissemos que tudo estava em ordem . Apenas um detalhe: o Escoteiro Luis não tinha querido lavar o rosto,para sentir mais ainda a sensação do beijo recebido ,pois havia tido à sensação de haver recebido um beijo de sua mãe.... Da mãe que nunca chegou a conhecer!

Dados Informativos:
Caso Veridico Extraido do Semanário” A GAZATA DA ZONA NORTE “ da Crônica de Jayme Janeiro Rodrigues.
Em data: São Paulo 03 de dezembro de 1978.
Cópia fiel e legitima do texto.

Editor Responsável :William Chahud

quarta-feira, 3 de março de 2010

ESCOTISMO NO" LAR DA CRIANÇA FELIZ"

“”””””ESCOTISMO NO LAR”””””

Grupo Escoteiro “ Bartolomeu de Gusmão” do “Lar da Criança Feliz” em franca ascenção

Bartolomeu de Gusmão o “ Padre Voador “

É PATRONO DO GRUPO ESCOTEIRO DO LAR

Foi a 08 de Agosto de 1709 ,em lisboa ,no pátio do palácio das índias,na presença de D.João V,que o padre brasileiro,nascido em Santos ,Bartolomeu Lourenção de Gusmão,apresentou a máquina de voar que tinha inventado: um pequeno balão esférico de ar aquecido ,que subiu suavemente até a sala das Embaixadas. A experiência porém ,terminou de forma acidentada,por ter Ridicularizado pela ignorância ,perseguido pela superstição ,o padre Bartolomeu de Gusmão foi vitima de um meio atrasado ,que não soube compreender e avaliar a importância do seu invento.
Procurando refúgio em terra estranha ,morreu em toledo ,amargurado,esquecido, e a humanidade não se beneficiou desde logo com os frutos de sua invenção ,no dizer do colunista M.Garabosky.

O Lar da criança Feliz,está com o Grupo Escoteiro em franca atividade ,tendo como chefes Jayme Janeiro Rodrigues e William S. Chahud.


Texto Públicado pela Revista A VERDADE 1977 -Orgão Oficial da Maçonaria da Grande loja do estado de São Paulo.
Editado por: .'. Luiz Francisco Guarinon. -Jornalista Responsável.

Reproduzido na integra por mim:William Saghi Chahud – hoje: 03.03.10

A Memória é algo notável quando usada de forma integra e responsável.

quarta-feira, 10 de fevereiro de 2010

A COBRA FUMOU NOS CAMPOS DA ÍTALIA

65 ANOS DA FORÇA EXPEDICIONARIA BRASILEIRA "FEB"

65 ANOS DA TOMADA DO MONTE CATELLO NA ÍTALIA?

Em novembro de 1944, a 1ª Divisão Expedicionária do Exército Brasileiro (DIE) desviou-se da frente de batalha do Rio Serchio, onde vinha combatendo há pelo menos dois meses, para a frente do Rio Reno, na Cordilheira Apenina. O General Mascarenhas de Moraes, havia montado seu QG avançado na localidade de Porreta-Terme, cuja área era cercada por montanhas sob controle dos alemães, este perímetro tinha um raio aproximado de 15 quilômetros. As posições alemãs eram consideradas privilegiadas e submetiam os brasileiros a uma vigilância constante, dificultando qualquer movimentação. Estimativas davam que o inverno prometia ser rigoroso, além do frio intenso, as chuvas transformaram as estradas, já esburacas pelos bombardeiros aliados, em verdadeiros mares de lama.
Nossa solidariedade
Nossa lembrança aos nossos valorosos pracinhas Brasileiros !!

sexta-feira, 5 de fevereiro de 2010

DECLARAÇÃO UNIVERSAL DOS DIREITOS HUMANOS

Declaração dos Direitos Humanos




A Declaração Universal dos Direitos Humanos é um dos documentos básicos das Nações Unidas e foi assinada em 1948. Nela, são enumerados os direitos que todos os seres humanos possuem.


Preâmbulo

Considerando que o reconhecimento da dignidade inerente a todos os membros da família humana e de seus direitos iguais e inalienáveis é o fundamento da liberdade, da justiça e da paz no mundo,

Considerando que o desprezo e o desrespeito pelos direitos humanos resultaram em atos bárbaros que ultrajaram a consciência da Humanidade e que o advento de um mundo em que os todos gozem de liberdade de palavra, de crença e da liberdade de viverem a salvo do temor e da necessidade foi proclamado como a mais alta aspiração do ser humano comum,

Considerando ser essencial que os direitos humanos sejam protegidos pelo império da lei, para que o ser humano não seja compelido, como último recurso, à rebelião contra a tirania e a opressão,

Considerando ser essencial promover o desenvolvimento de relações amistosas entre as nações,

Considerando que os povos das Nações Unidas reafirmaram, na Carta da ONU, sua fé nos direitos humanos fundamentais, na dignidade e no valor do ser humano e na igualdade de direitos entre homens e mulheres, e que decidiram promover o progresso social e melhores condições de vida em uma liberdade mais ampla,

Considerando que os Estados-Membros se comprometeram a promover, em cooperação com as Nações Unidas, o respeito universal aos direitos e liberdades humanas fundamentais e a observância desses direitos e liberdades,

Considerando que uma compreensão comum desses direitos e liberdades é da mais alta importância para o pleno cumprimento desse compromisso,

agora portanto,

A Assembléia Geral proclama a presente Declaração Universal dos Direitos Humanos

como o ideal comum a ser atingido por todos os povos e todas as nações, com o objetivo de que cada indivíduo e cada órgão da sociedade, tendo sempre em mente esta Declaração, se esforce, através do ensino e da educação, por promover o respeito a esses direitos e liberdades, e, pela adoção de medidas progressivas de caráter nacional e internacional, por assegurar o seu reconhecimento e a sua observância universal e efetiva, tanto entre os povos dos próprios Estados-Membros, quanto entre os povos dos territórios sob sua jurisdição.

Artigo I.
Todos os seres humanos nascem livres e iguais em dignidade e direitos. São dotados de razão e consciência e devem agir em relação uns aos outros com espírito de fraternidade.

Artigo II.
1. Todo ser humano tem capacidade para gozar os direitos e as liberdades estabelecidos nesta Declaração, sem distinção de qualquer espécie, seja de raça, cor, sexo, idioma, religião, opinião política ou de outra natureza, origem nacional ou social, riqueza, nascimento, ou qualquer outra condição.
2. Não será também feita nenhuma distinção fundada na condição política, jurídica ou internacional do país ou território a que pertença uma pessoa, quer se trate de um território independente, sob tutela, sem governo próprio, quer sujeito a qualquer outra limitação de soberania.

Artigo III.
Todo ser humano tem direito à vida, à liberdade e à segurança pessoal.

Artigo IV.
Ninguém será mantido em escravidão ou servidão; a escravidão e o tráfico de escravos serão proibidos em todas as suas formas.

Artigo V.
Ninguém será submetido à tortura nem a tratamento ou castigo cruel, desumano ou degradante.

Artigo VI.
Todo ser humano tem o direito de ser, em todos os lugares, reconhecido como pessoa perante a lei.

Artigo VII.
Todos são iguais perante a lei e têm direito, sem qualquer distinção, a igual proteção da lei. Todos têm direito a igual proteção contra qualquer discriminação que viole a presente Declaração e contra qualquer incitamento a tal discriminação.

Artigo VIII.
Todo ser humano tem direito a receber dos tribunais nacionais competentes remédio efetivo para os atos que violem os direitos fundamentais que lhe sejam reconhecidos pela constituição ou pela lei.

Artigo IX.
Ninguém será arbitrariamente preso, detido ou exilado.

Artigo X.
Todo ser humano tem direito, em plena igualdade, a uma justa e pública audiência por parte de um tribunal independente e imparcial, para decidir sobre seus direitos e deveres ou do fundamento de qualquer acusação criminal contra ele.

Artigo XI.
1. Todo ser humano acusado de um ato delituoso tem o direito de ser presumido inocente até que a sua culpabilidade tenha sido provada de acordo com a lei, em julgamento público no qual lhe tenham sido asseguradas todas as garantias necessárias à sua defesa.
2. Ninguém poderá ser culpado por qualquer ação ou omissão que, no momento, não constituíam delito perante o direito nacional ou internacional. Também não será imposta pena mais forte do que aquela que, no momento da prática, era aplicável ao ato delituoso.

Artigo XII.
Ninguém será sujeito à interferência em sua vida privada, em sua família, em seu lar ou em sua correspondência, nem a ataque à sua honra e reputação. Todo ser humano tem direito à proteção da lei contra tais interferências ou ataques.

Artigo XIII.
1. Todo ser humano tem direito à liberdade de locomoção e residência dentro das fronteiras de cada Estado.
2. Todo ser humano tem o direito de deixar qualquer país, inclusive o próprio, e a este regressar.

Artigo XIV.
1. Todo ser humano, vítima de perseguição, tem o direito de procurar e de gozar asilo em outros países.
2. Este direito não pode ser invocado em caso de perseguição legitimamente motivada por crimes de direito comum ou por atos contrários aos objetivos e princípios das Nações Unidas.

Artigo XV.
1. Todo homem tem direito a uma nacionalidade.
2. Ninguém será arbitrariamente privado de sua nacionalidade, nem do direito de mudar de nacionalidade.

Artigo XVI.
1. Os homens e mulheres de maior idade, sem qualquer restrição de raça, nacionalidade ou religião, têm o direito de contrair matrimônio e fundar uma família. Gozam de iguais direitos em relação ao casamento, sua duração e sua dissolução.
2. O casamento não será válido senão com o livre e pleno consentimento dos nubentes.
3. A família é o núcleo natural e fundamental da sociedade e tem direito à proteção da sociedade e do Estado.

Artigo XVII.
1. Todo ser humano tem direito à propriedade, só ou em sociedade com outros.
2. Ninguém será arbitrariamente privado de sua propriedade.

Artigo XVIII.
Todo ser humano tem direito à liberdade de pensamento, consciência e religião; este direito inclui a liberdade de mudar de religião ou crença e a liberdade de manifestar essa religião ou crença, pelo ensino, pela prática, pelo culto e pela observância, em público ou em particular.

Artigo XIX.
Todo ser humano tem direito à liberdade de opinião e expressão; este direito inclui a liberdade de, sem interferência, ter opiniões e de procurar, receber e transmitir informações e idéias por quaisquer meios e independentemente de fronteiras.

Artigo XX.
1. Todo ser humano tem direito à liberdade de reunião e associação pacífica.
2. Ninguém pode ser obrigado a fazer parte de uma associação.

Artigo XXI.
1. Todo ser humano tem o direito de fazer parte no governo de seu país diretamente ou por intermédio de representantes livremente escolhidos.
2. Todo ser humano tem igual direito de acesso ao serviço público do seu país.
3. A vontade do povo será a base da autoridade do governo; esta vontade será expressa em eleições periódicas e legítimas, por sufrágio universal, por voto secreto ou processo equivalente que assegure a liberdade de voto.

Artigo XXII.
Todo ser humano, como membro da sociedade, tem direito à segurança social, à realização pelo esforço nacional, pela cooperação internacional e de acordo com a organização e recursos de cada Estado, dos direitos econômicos, sociais e culturais indispensáveis à sua dignidade e ao livre desenvolvimento da sua personalidade.

Artigo XXIII.
1. Todo ser humano tem direito ao trabalho, à livre escolha de emprego, a condições justas e favoráveis de trabalho e à proteção contra o desemprego.
2. Todo ser humano, sem qualquer distinção, tem direito a igual remuneração por igual trabalho.
3. Todo ser humano que trabalha tem direito a uma remuneração justa e satisfatória, que lhe assegure, assim como à sua família, uma existência compatível com a dignidade humana e a que se acrescentarão, se necessário, outros meios de proteção social.
4. Todo ser humano tem direito a organizar sindicatos e a neles ingressar para proteção de seus interesses.

Artigo XXIV.
Todo ser humano tem direito a repouso e lazer, inclusive a limitação razoável das horas de trabalho e a férias remuneradas periódicas.

Artigo XXV.
1. Todo ser humano tem direito a um padrão de vida capaz de assegurar-lhe, e a sua família, saúde e bem-estar, inclusive alimentação, vestuário, habitação, cuidados médicos e os serviços sociais indispensáveis, e direito à segurança em caso de desemprego, doença, invalidez, viuvez, velhice ou outros casos de perda dos meios de subsistência em circunstâncias fora de seu controle.
2. A maternidade e a infância têm direito a cuidados e assistência especiais. Todas as crianças, nascidas dentro ou fora do matrimônio gozarão da mesma proteção social.

Artigo XXVI.
1. Todo ser humano tem direito à instrução. A instrução será gratuita, pelo menos nos graus elementares e fundamentais. A instrução elementar será obrigatória. A instrução técnico-profissional será acessível a todos, bem como a instrução superior, esta baseada no mérito.
2. A instrução será orientada no sentido do pleno desenvolvimento da personalidade humana e do fortalecimento do respeito pelos direitos humanos e pelas liberdades fundamentais. A instrução promoverá a compreensão, a tolerância e a amizade entre todas as nações e grupos raciais ou religiosos, e coadjuvará as atividades das Nações Unidas em prol da manutenção da paz.
3. Os pais têm prioridade de direito na escolha do gênero de instrução que será ministrada a seus filhos.

Artigo XXVII.
1. Todo ser humano tem o direito de participar livremente da vida cultural da comunidade, de fruir das artes e de participar do progresso científico e de seus benefícios.
2. Todo ser humano tem direito à proteção dos interesses morais e materiais decorrentes de qualquer produção científica literária ou artística da qual seja autor.

Artigo XXVIII.
Todo ser humano tem direito a uma ordem social e internacional em que os direitos e liberdades estabelecidos na presente Declaração possam ser plenamente realizados.

Artigo XXIX.
1. Todo ser humano tem deveres para com a comunidade, na qual o livre e pleno desenvolvimento de sua personalidade é possível.
2. No exercício de seus direitos e liberdades, todo ser humano estará sujeito apenas às limitações determinadas pela lei, exclusivamente com o fim de assegurar o devido reconhecimento e respeito dos direitos e liberdades de outrem e de satisfazer as justas exigências da moral, da ordem pública e do bem-estar de uma sociedade democrática.
3. Esses direitos e liberdades não podem, em hipótese alguma, ser exercidos contrariamente aos objetivos e princípios das Nações Unidas.

Artigo XXX.
Nenhuma disposição da presente Declaração pode ser interpretada como o reconhecimento a qualquer Estado, grupo ou pessoa, do direito de exercer qualquer atividade ou praticar qualquer ato destinado à destruição de quaisquer dos direitos e liberdades aqui estabelecidos.





FONTE:
http://www.onu-brasil.org.br

quarta-feira, 20 de janeiro de 2010

20 de Janeiro de 2010 69 ANOS DE CRIAÇÃO DO MINISTÉRIO DA AERONÁUTICA

CRIAÇÃO DO MINISTÉRIO DA AERONÁUTICA


1 9 4 1

20 de Janeiro – Foi criado o Ministério da Aeronáutica (Decreto-lei:2.961.)
23 de Janeiro - Tomou Posse o primeiro ministro da Aeronáutica, Dr' JOAQUIM PEDRO SALGADO FILHO.
27 de Janeiro - Foi realizada ,no Campo dos Afonsos , a cerimônia de transferência da Aeronáutica do Exército para o Ministério da Aeronáutica.
13 de Fevereiro – Foi dada denominação aos postos da hierarquia militar na Força Aérea Brasileira.(Decreto-Lei:3.047)
20 de Fevereiro – criado o Correio Aéreo Nacional resultante da fusão do Correio Aéreo Militar e do Correio Aéreo Naval(Portaria n' 47).
05 de Março – Foi concedida permissão à sociedade Anônima brasileira “Navegação Aérea Brasileira S.A.”(NAB) para estabelecer tráfego aéreo comercial no território nacional(Decreto:7.126)
14 de Março – Foi criado o Corpo de Cadetes da Escola da Aeronáutica (Aviso n' 10).
25 de Março – Foram extintas a Escola de Aeronáutica do Exército ( Decreto-lei:3.140)e a Escola de Aviação Naval (Decreto-lei:3.139);foram criadas a Escola de Aeronáutica (Decreto-lei:3.142).e a Escola de Especialistas da Aeronáutica(Decreto-lei:3.141).
30 de Maio – Foi aprovado o primeiro plano de Uniformes dos oficiais e praças da Força Aérea Brasileira (Decreto-lei:3.323).
23 de Julho – Foi criado o quadro de oficias Auxiliares do Corpo de Oficiais da Aeronáutica (Decreto-lei:3.448)
24- de Julho – Foi criada a Base Aérea do Recife(Decreto-lei:(3.459).
17 de Setembro – Foi criado o Serviço da Fazenda do Ministério da Aeronáutica(Decreto n' 3.625).
18 de Outubro – Foi realizada a Sessão inaugural de fundação do Club da Aeronáutica.
25 de Outubro – Foram criadas ,no Ministério da Aeronáutica, a 1',2',3',4' e 5' Zonas Aéreas (Decreto n' 3.762).
10 de Novembro – Foi organizado o Corpo de Oficiais da Aeronáutica com seus varios quadros(Decreto-lei:3.810).
Em 18 de Novembro de 1941 foram fixados os efetivos do quadro de Oficiais Aviadores (Decreto-lei:3.836).
02 de Dezembro - Foi criado o Quadro de Saúde do Corpo de Oficiais da Aeronáutica(Decreto n'3.872).
03 de Dezembro – Foi criado o Quadro de Oficiais Intendentes do Corpo de Oficiais da Aeronáutica(Decreto n'3.876).

Lembramos a tão importante data: Criação do Ministério da Aeronáutica
20 de Janeiro de 1941 X 20 de Janeiro de 2010 = 69 Anos.

Autor Responsável:
Prof.William S.Chahud

São Paulo.,20 de Janeiro de 2010 D.C.

segunda-feira, 18 de janeiro de 2010

MEU CANTINHO DE SAUDADES: ESTUDOS E DESENVOLVIMENTO PESSOAL

MEU CANTINHO DE SAUDADES: ESTUDOS E DESENVOLVIMENTO PESSOAL

SAUDÓSOS MOMENTO DE UMA VIDA








1979 - saudades dos bons Tempos -
Marcha batida 23 de Outubro de 1979
dia do aviadior brasileiro
Local:
Base Aérea de São Paulo
Guarulhos SP

Deixou muitas saudades

ESTUDOS E DESENVOLVIMENTO PESSOAL

Março de 1972 à Dezembro 1980

1972- Universidade de São Paulo -Período: 1972 à 1979
2-cursos superiores.
Realização de curso técnico de ecoturismo
em são paulo SP
Organização do Grupo Ecológico Edú Chaves no bairro do mesmo nome.
1973-Participação no Grupo Ecológico “Brigadeiro José Vicente Faria Lima” no Campo de Marte em Santana São Paulo SP
Participação no Curso Técnico de Ecologia ,na fazenda de march em Santo Amaro São Paulo SP
1974-Participação no Curso de Meteorologia na Escolinha da VASP “Bartholomeu de Gusmão”,dirigido pelo então professor de pilotagem OSWALDO COLLEN.
1975-Estudos e desenvolvimentos de ensino superior
1976-Realização da 1-OPERAÇÃO QUILOMBO atividade de Grupos Ecológicos ,reunidos percorrendo 53 kilometros de marcha a pé descendo corredeiras escarpas da serra do Mar.
1977-Participação na área administrativa e financeira da Sadembra.
1978-Formatura na área superior e organização do 2 Ajuri Nacional.
1979-Formatura em outra área do ensino superior e organização do Grupo Ecológico Coronel P.M.Aviador.João Negrão. E do Grupo Ecológico Brigadeiro Newton Braga no Grupo de Patrulheiros de Guarulhos -SP
1980-Organização e constituição dos estatutos oficiais dos Grupos Ecológicos de São Paulo.